Domènec se envergonha após goleada sofrida: "Temos que pedir desculpas aos torcedores"
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Em entrevista coletiva à imprensa, Domènec Torrent se desculpou com os torcedores do Flamengo após goleada histórica na Libertadores e tentou justificar a goleada histórica por 5 a 0. Após a partida contra o Independiente Del Valle, no Equador, nesta quinta-feira (17), o técnico do rubro-negro tentou explicar a atuação caótica do time em campo.

“Jogamos mais ordenados no primeiro tempo, por isso só marcaram um gol. Tivemos algumas chances nos contra-ataques. Na segunda parte tentamos marcar mais em cima, mas eles jogam muito bem quando têm espaços. É uma derrota muito dolorida, mas são três pontos. Temos que pedir desculpas aos torcedores. Eles marcaram dois, três golaços”, Torrent argumentou, dizendo que o time carioca tentou sair para o ataque no segundo tempo e acabou levando os gols.

Sobre o peso da goleada, Dome tentou argumentar que uma derrota desse tamanho não abre espaço para justificativas, mas tentou ressaltar as qualidades da equipe na partida em Quito: “Não acho que fomos apáticos. O primeiro que tem que saber é como estão fisicamente na altitude. No primeiro tempo não tivemos problemas para defender, e tivemos chances de contra-atacar. Estava equilibrado. No segundo foi tudo diferente”, ressaltou o treinador espanhol.

Não sei. Vou trabalhar duro. Quando ganha, todos estão felizes. Quando perde... a derrota por 5 a 0 é dolorosa. Eu e os jogadores estamos focados. Se quiser falar disso, tem que ser com outras pessoas, não comigo”, comentou ao ser questionado sobre se sentir ameaçado depois da derrota.

Torrent projetou uma recuperação do Fla já na próxima partida: “Sei que esse é o pior resultado do Flamengo. Agora o jogo já passou, temos que tentar ganhar o próximo jogo. É um desastre, mas são três pontos, vamos tentar nos recuperar para o próximo.”

Com o resultado, o Flamengo fica em segundo lugar no grupo A, com 6 pontos. O próximo desafio do time carioca na Copa Libertadores é contra o Barcelona de Guayaquil, no Estádio Monumental, na próxima terça-feira (22), no Equador.

VAVEL Logo