Contestado, Marcos Paulo pode deixar Fluminense rumo ao Olympique de Marseille
Foto: Lucas Merçom/FFC

Contestado por parte da torcida, Marcos Paulo deve ser o próximo atleta da parte ofensiva na equipe do técnico Odair Hellmann a ser vendido. Após monitoramento que já perdurava durante longínquos 19 meses, o Olympique de Marseille, da França, avançou as conversas nos últimos dias pela contratação do jogador do Fluminense.

A informação veio através do canal televisivo do país, o L'equipe, que afirmou a vontade do comandante português André Villas-Boas, em trazer a promessa para o time. Segundo o site ''GE'', representantes do atacante tricolor já estão na Europa para tratar do acordo. 

A diretoria do Fluminense, chefiada pelo presidente Mário Bittencourt, nunca escondeu a vontade e até a necessidade de vender o jogador, que tem dupla nacionalidade (Brasil-Portugal), para o exterior. A transferência pode ser um alívio paras as contas do clube das laranjeiras, que optou por não demitir nenhum funcionário mesmo tendo suas receitas caindo em mais de 50%, na época da maior pandemia global já vista. 

A multa rescisória de Marcos Paulo para clubes de fora do Brasil, está avaliada em 45 milhões de euros (R$ 288 milhões pela cotação atual), e ajuda a dar proteção ao tricolor que é detentor dos direitos econômicos do jogador. Mas com o esfriamento do mercado internacional pela pandemia do novo coronavírus, e a expectativa da diretoria, que era de vender o atleta por € 10-15 milhões de euros (atualmente, cerca de R$ 56-84 milhões), não deve se concretizar. 

O clube já obteve boas propostas nesta temporada, mas optou por não vender o atleta por considerar o valor da venda abaixo do que se espera. Equipes da Europa, como o CSKA da Rússia, que em fevereiro, cogitou desembolsar 7 milhões de euros, e o West Ham da Inglaterra, que quis ter o atleta emprestado. No Brasil, o RB Bragantino também apresentou uma oferta.

Tendo alternado entre fases como titular e reserva, Marcos Paulo tem contrato com o seu atual clube até final de junho do ano que vem, e caso não renove, pode assinar pré-contrato com outro time já no dia 1º de Janeiro de 2021. Subindo da renomada base situada em Xerém em 2019, o atacante tem 11 gols em 63 partidas vestindo a camisa tricolor. O Fluminense tem 100% dos direitos econômicos do atacante, mas em caso de transferência, tem que dar um repasse de 20% aos representantes do atleta, e 10% ao jogador. 

O Fluminense, nesta janela de transferências, vendeu o lateral Gilberto ao Benfica do ex-Flamengo, Jorge Jesus por € 3 milhões, e o goleiro de 17 anos, Marcelo Pitaluga ao Liverpool por 2 milhões de euros. Além desses, o tricolor ficou com 30% da venda do atacante Evanilson ao Porto, sendo € 2,1 milhões. Ao todo, a equipe tricolor faturou nessas três vendas ao exterior o total de R$ 40 milhões. 

No último domingo (21), o Fluminense perdeu para o Sport por 1 a 0,  fora de casa, na Ilha do Retiro, com Marcos Paulo começando no banco e entrando na segunda etapa. O atacante atuou em metade das partidas como titular, mas não marca há 21 partidas, sendo a última vez em que balançou as redes contra o Resende, em março. O tricolor é o nono colocado no Campeonato Brasileiro, com 14 pontos.

VAVEL Logo