Guaraní e Palmeiras maltratam a bola e não saem do zero no Paraguai
Foto: Divulgação/Conmebol

O Palmeiras poderia se classificar para as oitavas de final da Copa Libertadores da América 2020 já nesta quarta-feira (23). Bastava vencer o Guaraní, no Defensores del Chaco. O Verdão, porém, ficou no 0 a 0 com a equipe paraguaia - em uma partida de nível técnico irrisório. 

Mais do que isso: a equipe ficou devendo futebol. Guaraní teve mais finalizações (treze a quatro) e, também, chutes no gol (três a dois). O Palmeiras teve mais posse de bola (58%), mas pouco conseguiu fazer. O começo do jogo, porém, teve os brasileiros buscando o resultado.

Calor verde - e efêmero

Com 11 minutos, Gabriel Menino desceu pelo lado direito e arriscou de longe. Servio defendeu bem. Aos 24, após cruzamento na área, Felipe Melo ganhou na bola aérea e cabeceou muito alto. 

Depois, porém, o Guaraní começou a aparecer. Fernando Fernández, livre, avançou pela faixa central e chutou forte aos 29 minutos. A bola beija a trave direita de Weverton. Com 39 minutos, Merlini serviu Florentín na área e, depois de driblar Felipe Melo, teve o chute desviado por Gustavo Gómez.

O 4-1-4-1 do Guaraní passou a se impor ante o 4-4-2 do Palmeiras na segunda etapa - embora tenha demorado e por pouco tempo. Aos 20 minutos, aproveitando falha de Danilo, Morel chuta de fora da área após cruzamento de Rodney Redes e Weverton defendeu. 

Próximos jogos

Na Libertadores, o Guaraní viaja para enfrentar o Tigre, na próxima quinta-feira (1º), às 21h (horário de Brasília). Um dia antes, às 19h15, o Palmeiras recebe o Bolívar. Antes, pelo Brasileirão, no domingo (27), o Verdão tem jogo marcado contra o Flamengo, às 16h.

VAVEL Logo