Vai ter jogo ou não? Guerra nos bastidores marca Palmeiras x Flamengo

Na teoria, Palmeiras e Flamengo se enfrentam apenas no domingo às 16h, no Allianz Parque. No entanto, sem dúvidas, o confronto já é o mais comentado do Campeonato Brasileiro até aqui. O motivo? Guerra nos bastidores.

No último domingo (20), a torcida rubro negra recebeu com surpresa uma notícia péssima em meio a uma crise desportiva: seis jogadores do elenco testaram positivo para a Covid-19. No dia seguinte, veio a confirmação do sétimo. Naquele momento, Isla, Matheuzinho, Filipe Luís, Diego, Vitinho, Bruno Henrique e Michael eram os contaminados.

Já prevendo um possível surto de Covid-19, a diretoria rubro-negra enviou, na terça-feira, um ofício à CBF pedindo adiamento da partida desse domingo. No mesmo dia, o presidente palmeirense, Maurício Galliote, manifestou-se contrário ao pedido flamenguista. A alegação do dirigente paulista era que "o protoclo adotado para a competição contempla situações desse tipo".

O que aconteceu até aqui?

Na manhã de quinta-feira (24), a CBF se posicionou contrária ao adiamento da partida em declaração do Secretário Geral da entidade, Walter Feldman. O dirigente chegou a estipular uma quantidade mínima necessária de jogadores para a partida acontecer.

"A gente resolveu hoje, em decisão compartilhada com os clubes da Série A, adotar o mesmo critério da Uefa: tendo 13 jogadores em condições, a bola rola e o jogo prossegue" - afirmou o cartola.

No entanto, na tarde do mesmo dia, os números de caso de Covid-19 no elenco rubro negro dispararam. No total, foram 16 jogadores, o treinador Domènec Torrent, o médico Márcio Tannure e algunsdirigentes, entre eles o VP de Futebol Marcos Braz, o VP de Relações Externas Luiz Fernando Baptista, o BAP, e o presidente Rodolfo Landim.

Com isso, o Flamengo entrou com pedido de adiamento no STJD. A alegação era que a equipe possuía somente 12 jogadores disponíveis, sendo apenas nove de linha, para o jogo de domingo. A CBF emitiu uma resposta, afirmando que clube possuía somente 34 jogadores inscritos. Logo, a equipe carioca podia inscrever mais seis atletas para ter 18 jogadores no confronto.

O VP Geral e Jurídico Geral do Flamengo, Rodrigo Dunshee, publicou em seu Twitter o posicionamento rubro negro. O dirigente criticou a postura palmeirense e alegou "questão de saúde pública" para o pedido de adiamento.

Ainda na quinta-feira (24), o Sindicato de Atletas de São Paulo pediu o adiamento da partida e ameaçou ir à Justiça. Em nota oficial, o órgão alegou "fortes indícios de risco à vida" e garantiu "contato com especialista da área de infectologista" para comprovar "o risco" da partida.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

NOTA OFICIAL A situação do jogo Palmeiras x Flamengo, marcado para domingo (27 de setembro), tem fortes indícios de risco à vida dos atletas profissionais e demais membros dos clubes. O nosso médico, Dr. Renato Anghinah, está em contato com especialistas da área de infectologia para que tenhamos a posição técnica que comprove o risco. Uma vez obtido o parecer, e com a CBF mantendo sua postura de irresponsabilidade, buscaremos a justiça para o adiamento da partida. A diretoria Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo #CampeonatoBrasileiro #SindicatodeAtletasSP #riscoaosatletas #paralisacao #atletatrabalhador #seguranca #protecao #categoria #defesadosatletas

Uma publicação compartilhada por Sindicato de Atletas SP (@sindicatodeatletas) em

No mesmo dia, os jogadores do Palmeiras soltaram uma nota questionando a posição do Sindicato e reafirmaram o desejo de jogar a partida de domingo. Os atletas afirmaram que o Sindicato não obteve autorização deles para emitir a nota e representá-los.  Além disso, os jogadores garantiram confiar nos protocolos e não sentir qualquer ameaça à saúde.

Na sexta-feira (25), o STJD indeferiu o pedido, ou seja, negou a solicitação rubro-negra. Porém, no mesmo dia, o Flamengo teve mais nove casos de Coronavírus na comissão que viajou ao Equador, sendo três jogadores. Logo, a equipe carioca pediu reconsideração da decisão por possui somente nove atletas disponíveis. Novamente, indeferida pelo STJD.

Confira a lista de contaminados

Jogadores

  • Noga
  • Pepê
  • Rodrigo Muniz
  • Gabriel Batista
  • Isla
  • Matheuzinho
  • Rodrigo Caio
  • Léo Pereira
  • Thuler
  • Gustavo Henrique
  • Renê
  • Filipe Luís
  • Willian Arão
  • Gomes
  • Diego
  • Everton Ribeiro
  • Vitinho
  • Bruno Henrique
  • Michael

Delegação

  • Rodolfo Landim (presidente)
  • Marcos Braz (vice de futebol)
  • BAP (vice de relações externas)
  • Domènec Torrent (treinador)
  • Marcio Tanure (médico)
  • Juan (diretor)
  • Wagner Miranda (preparador de goleiros)
  • Julian Gimenez (preparador físico)
  • Gustavo Monnerat (fisiologista)
  • Sebastião Freire da Silva (massagista)
  • Marcio Santos (supervisor)
  • Eduardo Calçada (fisioterapeuta)
  • Douglas Oliveira (nutricionista)
  • Cadu Furtado (analista de desempenho)
  • Vinícius Castro (assessor de imprensa)
  • Marcelo Flaeschen (assessor de imprensa)
  • Alex Silva (enfermeiro)
  • Rodrigo Ernesto (Offside logística)
  • Edvard Souza (Offside logística)
  • Dekko Roisman (conselho do futebol)
  • Diogo Lemos (conselho do futebol)

Na tarde do sábado (26), enquanto o Flamengo já viajava a São Paulo, a Justiça aceitou um pedido do Sindeclubes, o sindicato de funcionários de clubes do Rio, e suspendeu a partida, estipulando multa de R$2 milhões em caso de descumprimento da decisão. Logo após, Maurício Galiotte e a Leila Pereira, presidente da Crefisa, patrocinador master do clube, manifestaram-se contra a decisão. O presidente do Palmeiras chegou a pedir a paralisação do Campeonato Brasileiro.

Na noite do sábado, às vésperas da partida, os jogadores do Flamengo formalizaram um pedido para não entrarem em campo e o Sindicato de Atletas do Rio de Janeiro pediu na justiça o adiamento da partida.

Até o fechamento da matéria, a partida segue suspensa. Porém, a CBF já recorreu da decisão do Sindeclubes e também do pedido da Saferj. De qualquer maneira, o elenco rubro está em São Paulo e seguiu preparação normal para o duelo. Além dos contaminados, Diego Alves, Pedro Rocha e Gabigol desfalcam o time por lesão.

Confira abaixo o elenco do Flamengo disponível para a partida:

  • Goleiros: Hugo Souza e João Fernando;
  • Laterais: João Lucas, Ramon e Ítalo;
  • Zagueiros: Natan, Otávio e Milani;
  • Volantes: Thiago Maia, Gerson e Richard Rios;
  • Meias: Arrascaeta e Yuri de Oliveira;
  • Atacantes: Lincoln, Pedro, Guilherme Bala e Lázaro.

Provável escalação do Palmeiras: Weverton, Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Viña; Patrick de Paula, Gabriel Menino, Zé Rafael e Lucas Lima; Gabriel Veron e Luiz Adriano.

Provável escalação do Flamengo: Hugo Souza; João Lucas, Otávio (Milani), Natan e Ramon; Thiago Maia, Gerson, Arrascaeta; Guilherme Bala, Lincoln e Pedro.

A bola rolando ou não, já é possível afirmar que Palmeiras e Flamengo é um dos jogos mais comentados dessa rodada. E estamos somente na décima segunda rodada do Campeonato Brasileiro ainda.

VAVEL Logo