Técnico Mozart valoriza resultado na estreia pelo CSA: "Importante era vencer"
Foto: Augusto Oliveira/CSA

Na vitória do CSA por 3 a 2 diante do Juventude, no estádio Rei Pelé, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Mozart Santos fez a sua estreia sob o comando da equipe alagoana.

Após a partida neste sábado (26), ele avaliou o desempenho do time e destacou a importância do resultado, que tirou o Azulão de Mutange da zona de rebaixamento.

"O importante nesse momento era vencer. Mesmo se nós tivéssemos vencido por 3 a 0, correções teriam que acontecer. Ganhamos por 3 a 2, vamos ter que fazer as mesmas correções. Neste momento delicado, o mais importante é a vitória", disse.

O treinador reconheceu que houve um período de 25 minutos de instabilidade da equipe azulina no final da partida, que acabou acontecendo os dois gols do Juventude.

"O jogo foi dividido em duas partes. Nos primeiros 60 minutos foi um jogo duro, nós não criamos muitas oportunidades, mas fomos cirúrgicos nas ocasiões que nós criamos. Infelizmente, o primeiro gol que nós tomamos era um contra-ataque nosso e concedemos a bola para o adversário reabrir o jogo. Por um período, o jogo acabou saindo do nosso controle", ressaltou.

Mozart Santos exaltou a partida realizada pelo CSA, mas comentou sobre a atuação de alguns jogadores na partida deste sábado (26).

"Eu costumo avaliar de maneira coletiva. O Márcio (Araújo) parece um menino jogando. O Pedro (Júnior) fez dois gols. O Paulo Sérgio fez um gol bonito num baita cruzamento do Rafinha. Todos estão de parabéns, toda equipe está de parabéns."

Sem o atacante e artilheiro da equipe, Rodrigo Pimpão, suspenso, Mozart escalou o meia Andrigo, que não vinha sendo aproveitado pelo ex-técnico Argel Fuchs.

"Particularmente, eu gostei bastante do jogo do Andrigo. Ele quase fez o gol no início do jogo, teve uma finalização de média distância muito boa. Cumpriu a função que eu pedi pra ele. Foi um jogador eficiente pra nós. Eu já conhecia o Andrigo de outros clubes. Então a minha função é resgatar jogadores que não tinham tanto espaço: caso do Allano, do Nadson, do Norberto voltando. O Diego e o Rafinha são jogadores que mantêm sempre um bom nível. Seria injusto da minha parte citar um jogador só. Eu prefiro analisar de maneira coletiva", completou.

Essa foi a segunda vitória consecutiva do CSA em casa na Série B do Campeonato Brasileiro. Agora a equipe alagoana soma dez pontos, deixa a zona de rebaixamento e sobe para a 14ª posição na tabela de classificação.

Agora o Azulão de Mutange volta a campo na próxima terça-feira (29), diante do Vitória, no Barradão, às 19h15.

VAVEL Logo