Cuca fala sobre "semana turbulenta" e valoriza a classificação do Santos na Libertadores
Foto: Ivan Storti/Santos FC

O técnico Cuca se mostrou bastante satisfeito com a vitória do Santos por 3 a 2 diante do Olímpia, no Paraguai, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores. Com o resultado o Peixe se mantém na liderança isolada do grupo G, com 13 pontos e garantiu a classificação para às oitavas de final da competição, com uma rodada de antecedência.

Em entrevista coletiva após a partida desta quinta-feira (1º), o técnico Cuca valorizou a postura do time em meio a uma “semana turbulenta”, que teve José Carlos Peres afastado e a entrada de Orlando Rollo na presidência do clube.

"Ganhar do Olímpia é raro, é difícil, poucos ganham. Viemos com problemas na escalação e dançamos conforme a música. Guerreamos, jogamos. Eu perdi por 2 a 0 aqui (com o Atlético-MG, em 2013) e tivemos que reverter em BH. E hoje conseguimos dar uma remontada. Jogamos até o 3 a 2 depois valorizamos o placar, soubemos sofrer", disse Cuca.

"Foi uma semana turbulenta. Perdemos presidente e diretores. Veio um novo presidente, outro diretor, outro comando. Temos que ficar alheios. Nós somos o Santos. Falo isso para os jogadores. Não é estádio ou diretoria, alegria e tristeza vêm dos jogadores. Estou muito feliz com esses meninos. Vamos perder, claro, mas vamos vender tos é. São nove jogos sem perder, sem se queixar. E vamos seguir fazendo o nosso melhor", completou o treinador.

O treinador também falou sobre a campanha e a postura do Peixe na Libertadores. A equipe santista segue invicta na competição.

"Deu certo no começo, mas sofremos a virada e temos que mudar. Temos que enaltecer esses jogadores. Fizemos tudo isso sem treinar, não há tempo e eu não fico chorando. Estamos indo para o pau sem reclamar. Os meninos estão evoluindo como profissionais dentro de uma competição dessa. Teve jogo jogado, aéreo, guerra. Típico de Libertadores. Somos a melhor equipe do campeonato junto com o Palmeiras", completou.

A próxima partida do Santos é no domingo(4), diante do Goiás, em Goiânia, às 18h15(de Brasília), pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Pela Libertadores, o Peixe volta a campo somente no dia 20 de outubro, onde recebe o Defensa Y Justicia, na Vila Belmiro.

VAVEL Logo