Fortaleza tem gol anulado e pressiona Atlético-GO, mas empata na Arena Castelão
Foto: Samuel Andrade/Atlético Clube Goianiense

A sequência de invencibilidade do Fortaleza no Campeonato Brasileiro aumentou neste domingo (4) após o empate sem gols diante do Atlético-GO. No entanto, o tricolor saiu de campo com a sensação de que deixou dois pontos pelo caminho pelo volume que teve durante os noventa minutos.

Com elenco enxuto, Rogério Ceni manteve o rodízio na equipe titular e repetiu a estratégia de escalar um ataque mais móvel, sem centroavante de ofício. Marlon e Yuri César ganharam vaga na frente e Roger Carvalho formou dupla de zaga com Paulão.

Vagner Mancini também mexeu, improvisando o zagueiro João Victor na lateral-direita, colocou Oliveira na zaga com Eder e Janderson na vaga de Matheuzinho.

Além de trabalhar mais a posse de bola, o Fortaleza finalizou 15 vezes - mais do que o dobro do Atlético-GO (sete). Aliás, o tricolor terminou a partida com mais finalizações do que faltas - oito no total.

O primeiro tempo teve poucas chances de gol e um ritmo lento. O tricolor atacava mais pelo setor esquerdo, com David e Romarinho. O último, inclusive, acertou o pé da trave no início do segundo tempo e ainda se envolveu em um lance polêmico dentro da área. Ele correu em direção à linha de fundo e, quando ia cruzar, aparentemente foi tocado por Edson, mas a arbitragem mandou o jogo seguir e o VAR não interferiu.

O lateral Tinga chegou a balançar a rede, só que o gol foi anulado porque na antes de entrar a bola resvalou no braço de Carlinhos. Mesmo com cinco substituições de cada lado o cenário da partida continuou equilibrado.

O resultado mantém o Fortaleza em 10º lugar, com 17 pontos. O próximo adversário, no entanto, é o líder Atlético-MG na quarta-feira (7). No mesmo dia, o Atlético-GO encara o São Paulo em pleno Morumbi. O time goiano somou 15 pontos até o momento e ocupa a 11ª posição.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo