Luan Peres e Alison são denunciados por expulsões contra Ceará; julgamento será na quarta-feira
Foto: Ivan Storti/Santos FC

O zagueiro Luan Peres, do Santos, foi denunciado pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por agressão pela expulsão na vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, no Castelão, pela oitava rodada da Série A do Campeonato Brasileiro e pode pegar até 12 jogos de suspensão. O julgamento acontecerá nesta quarta-feira(7), às 10h (de Brasília), videoconferência.

O zagueiro foi enquadrado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala em “Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente” e prevê suspensão de quatro a 12 partidas.

Luan Peres foi expulso após empurrar Samuel Xavier, que havia se envolvido em falta com Marinho e tentado tirar satisfação com o atacante do Peixe.

O volante Alison, também expulso diante do Ceará, quando acertou uma cotovelada no jogador adversário, foi mais um a ser denunciado por jogada violenta, que prevê suspensão de uma a seis partidas.

Samuel Xavier e Bruno Pacheco, ambos do Ceará, também foram denunciados por agressão e estão na mesma situação de Luan Peres. Além deles, o atacante Leandro Carvalho, o técnico Guto Ferreira e três dirigentes do Ceará também serão julgados pela confusão no jogo.

Mesmo se forem punidos, Alison e Luan Peres poderão enfrentar o Corinthians. Segundo o artigo 133 do CBJD, a pena só passa a valer no dia seguinte, como serão julgados no dia do clássico estão liberados. Mas o técnico Cuca terá desfalques importantes para a partida, começando por ele, que está suspenso.

Os outros serão Raniel, internado com trombose, Carlos Sánchez, com rompimento no ligamento do joelho, Soteldo que está servindo a seleção da Venezuela e Arthur Gomes expulso no jogo contra o Goiás. Marinho e Lucas Veríssimo, seguem sendo dúvidas.

O Santos volta a campo na quarta-feira (7), diante do Corinthians, às 19h (de Brasília), na Neo Química Arena, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo