Ainda com interino, Ponte Preta encara clássico contra pressionado Guarani na Série B
Foto: David Oliveira / Guarani FC

No meio do futebol, o clássico é muitas vezes considerado um "divisor de águas" para as equipes. Nesta noite, o dérbi entre Ponte Preta e Guarani em Campinas traz ingredientes que incrementam este cenário. A bola vai rolar às 21h30 desta terça-feira (6) no Moisés Lucarelli, pela 14ª rodada da Série B.

Na abertura da rodada o Operário venceu o Oeste em Barueri e atingiu os mesmos 21 pontos da Ponte Preta. Apesar de ocupar o quinto lugar, a Macaca entra em campo pressionada pois não vence há dois jogos, demitiu João Brigatti e pode cair para sétimo lugar se não vencer o arquirrival.

Já o Guarani briga neste momento na parte debaixo da tabela. Penúltimo colocado, o clube soma 11 pontos em 13 jogos e acumula um jejum de cinco jogos sem vitórias.

Os times já se enfrentaram neste ano - em março, pela fase de classificação do Campeonato Paulista. O Guarani venceu por 3 a 2, com gol de Thallyson aos 44 do segundo tempo. O herói da vitória já deixou o clube - atualmente está no Neftchi, do Azerbaijão.

Ponte Preta mira o G-4

Ainda sem o novo contratado Marcelo Oliveira à beira do gramado, o lado alvinegro do confronto mantém o interino Fabinho Moreno no comando da equipe. A tendência é que ele promova o retorno do meio-campista João Paulo à equipe.

“A pressão é inerente ao clássico, ela sempre existe, o dérbi mexe com toda a cidade. Como campineiro, vivo isso desde criança. Mas estamos trabalhando e o resultado vai ser posto em prática na terça. O grupo vai dar o retorno que todos estão esperando e a vitória virá, pode ter certeza”, comentou Moreno.

Provável escalação da Ponte Preta: Ivan, Apodi, Alisson, Luizão e Ernandes; Luis Oyama, Neto Moura e João Paulo; Moisés, Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto.

Guarani vive jejum em Campinas

O Guarani também já trocou de treinador neste ano - demitiu Thiago Carpini, que foi para o Oeste, e contratou Ricardo Catalá. O alviverde já realizou cinco jogos como mandante na Série B mas ainda não conseguiu vencer.

Para piorar, a equipe empatou os últimos três jogos e não vence há um mês. Em 5 de setembro, bateu o Operário-PR por 2 a 1 e desde então foram quatro empates e uma derrota (Confiança). 

Catalá faz mistério na escalação. O desfalque confirmado é Alanzinho, que fraturou a perna e passou por cirurgia no final de semana. Substituídos contra o América-MG, Bruno Sávio e Rafael Costa são dúvidas. Na lateral, o recém-contratado Erick Daltro disputa vaga com Bidu e Deivid deve ganhar a vaga de Arthur no meio. Um dos que deve começar jogando é Lucas Crispim, camisa 10 do Bugre.

"A gente vai buscar essa vitória do começo ao fim, não importa se a gente está jogando em casa ou fora. O trabalho que a gente vem fazendo é esse, de buscar o gol o tempo inteiro, e assim vamos tentar surpreender o adversário. O Ricardo é um cara muito estudioso e ele já sabe a pressão que é esse clássico. O dérbi já é equilibrado por si só. Não importa a situação que um clube ou outro vive, se os dois estiverem brigando lá em cima, se os dois estiverem brigando lá embaixo, não muda nada. A gente sabe que é um campeonato à parte, um jogo diferente que a gente gosta muito de jogar e nós esperamos sair vitoriosos na casa deles", acrescentou o meio-campista.

Provável escalação do Guarani: Gabriel Mesquista. Cristóvam, Wálber, Didi e Erick Daltro (Bidu); Deivid, Eduardo Person (Lucas Abreu), Murilo Rangel, Lucas Crispim e Waguininho; Rafael Costa.
 

VAVEL Logo