Louzer reconhece falta de
poder ofensivo da Chape: “Estamos trabalhando para fazer mais gols”
Foto: Márcio Cunha/ACF

Chapecoense venceu o Botafogo-SP por 1 a 0, na noite da última terça-feira(6), pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e se consolidou na vice-liderança mesmo com dois jogos a menos em relação aos principais concorrentes. Apesar da tranquilidade na tabela de classificação, o técnico Umberto Louzer reconheceu que o poder ofensivo do Verdão do Oeste está muito baixo.

Seis das sete vitórias do time foram pelo placar de 1 a 0. O rendimento ofensivo é um dos piores entre os times da Série B, mas Louzer garante que o mais importante no momento é a performance em campo, já que a equipe tem tido bom desempenho e vencido os jogos. Porém, o treinador vê a necessidade de melhorar o número de gols anotados.

"O que mais me agrada é o desempenho. No jogo passado vencemos, mas não estávamos mim bom dia. Contra o América-MG fomos bem, mas não vencemos. Hoje jogamos bem do início ao fim e vencemos. Criamos oportunidades, porém, não marcamos mais gols. Damos ênfase nos treinos para melhorar a  finalização. A busca é aumentar esses índices. O 1 a 0 deixa a gente na obrigação de não errar até o fim. Estamos trabalhando para fazer mais gols e dar tranquilidade maior no fim de jogo", disse o treinador.

Louzer se mostrou preocupado com o número de desgastes físicos para a próxima partida.

"Temos que projetar o jogo contra o Figueirense, um clássico. Temos que ver a condição de cada atleta. Sabemos do desgaste. Tivemos jogo desgastante contra o Brasil, viagem longa. Os atletas se se superaram mais uma vez. O futebol devido à pandemia, virou jogos em cima de jogos. Desgaste físico e mental, deslocamentos longos. Todos sofrem com essas lesões. Estamos dando força. Temos profissionais capacitados para recuperar os atletas e que eles nos ajudem", completou.

A Chapecoense chegou aos 25 pontos e encostou no líder Cuiabá. A próxima partida do Verdão do Oeste é na sexta-feira (9), diante do Figueirese, às 16h (de Brasília), no Estádio Orlando Scarpelli, pela 15ª rodada da Série B.

VAVEL Logo