Na bola parada, Ponte Preta vence Guarani e retorna ao G-4
Foto: Álvaro Jr/Ponte Preta

Ainda sem contar com o novo treinador, Marcelo Oliveira, a Ponte Preta levou a melhor no dérbi de número 197, e venceu o Guarani por 2 a 0, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na noite desta terça-feira (6). Os gols foram marcados por Dawhan e Luizão

Guarani teve mais posse de bola, mas Ponte Preta foi mais efetiva

O primeiro tempo do dérbi foi de muita disputa por espaço, mas pouca inspiração das equipes com a bola no pé. Logo aos três minutos, Moisés tomou a bola dentro da área do Guarani, cortou Bidu e bateu na saída de Gabriel Mesquita, que fez milagre para evitar o gol da Ponte Preta.

Aos seis, o Guarani tentou responder com Murilo Rangel após corte de Luizão. O meia conseguiu dar o corte dentro da área, mas na sequência foi travado por Alisson.

O bugre seguia optando pelas jogadas ensaiadas nas cobranças de escanteio. Na primeira Arthur bateu muito curto para Didi. Na segunda, Murilo tentou uma bola mais alta, mas a defesa da Ponte levou a melhor.

O Guarani seguia tendo mais posse de bola, mas a Macaca foi mais efetiva. Aos 34 minutos, Lazaroni cobrou escanteio, Dawhan desviou de cabeça no meio da área e mandou no canto direito, tirando de Gabriel Mesquita, para abrir o placar no Majestoso.

Aos 41, o Bugre levou perigo. João Paulo recebeu de Bruno Rodrigues dentro da área e rolou para trás. Didi conseguiu chegar antes de Moisés, a bola ainda tocou no atacante da Ponte Preta, mas foi para fora.

Ritmo da partida diminui, mas a Macaca consegue ampliar 

Logo após o intervalo, Ricardo Catalá promoveu as entradas de Pablo e Junior Todinho mas vagas de Cristovam e Murilo Rangel, mas o Bugre seguia tendo dificuldades em encontrar espaços na marcação da Ponte e pouco criava.

A Ponte seguia nos contra-ataques e quase amplia o placar, aos 12 minutos. Peixoto conseguiu tomar a bola pela intermediária e acionou Moisés, que acabou sendo travado por Didi.

Aos 22, após um novo cruzamento cobrado por Lazaroni, Luizão dividiu no alto com Gabriel Mesquita, aproveitou a sobra e mandou para o fundo das redes para ampliar para a Macaca.

O Guarani respondeu em seguida, Didi mandou uma cabeçada no ângulo e o goleiro Ivan se esticou todo para impedir o gol. No rebote, Waguinho mandou para fora. A partir daí, o ritmo da partida foi diminuindo e a Ponte Preta só administrou o placar até o apito final.

Classificação e próximos jogos

Com a vitória a Macaca está de volta ao G-4, com 24 pontos. Já o Bugre segue na penúltima posição da tabela, com 11 pontos.

Na sexta-feira (9), a Ponte Preta visita o líder Cuiabá, na Arena Pantanal, as 18h30(de Brasília). Já o Guarani recebe o CRB, no sábado (10), às 16h30(de Brasília), no Estádio Brinco de Ouro, pela 15ª rodada da Série B.

VAVEL Logo