Botafogo
aproveita oportunidades e tira invencibilidade do Palmeiras no Brasileirão
Foto: Vítor Silva/Botafogo

Com pretensões diferentes na classificação, Botafogo e Palmeiras se enfrentaram nesta quarta-feira (7), no Estádio Nilton Santos, em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois times, além do Grêmio, somam os maiores números de empates, com o clube carioca registrando nove e os paulistas sete.

A partida, entretanto, terminou com vitória botafoguense por 2 a 1. Pedro Raul e Caio Alexandre marcaram os gols dos anfitriões, enquanto Willian descontou para os visitantes.

Distribuição tática

O técnico Bruno Lazaroni, em seu segundo jogo à frente do Botafogo, mandou o Glorioso a campo no 4-3-3. Diego Cavalieri no gol, Marcelo Benevenuto e Kanu na defesa, Kevin e Victor Luis nas laterais. O trio no meio-campo foi formado por Honda, Forster e Caio Alexandre, enquanto o trio de ataque escolhido foi Matheus Babi, Pedro Raul e Rhuan.

Com alguns desfalques, o treinador Vanderlei Luxemburgo escalou o Palmeiras no 4-2-3-1. Luan e Felipe Melo protegeram o gol de Jailson, enquanto Marcos Rocha e Mayke cuidaram das laterais. Bruno Henrique e Patrick de Paula formaram a dupla de volantes e o meio foi movimentado por Rony, Raphael Veiga e Wesley. Willian foi o único atacante na frente.

Glorioso é mais letal e garante vitória

A partida iniciou com muitas trocas de passes entre as duas equipes, porém sem realmente surpreender nas tentativas de jogadas de ataque e os goleiros foram poucos acionados. Mais esforçado, o Botafogo utilizou as oportunidades de bola parada para chegar ao ataque.

O time carioca arriscou mais no começo até a metade, enquanto o Palmeiras chegou na frente a partir do meio até o final da primeira etapa. O Glorioso finalizou seis vezes, sendo uma no alvo, contra quatro do Verdão, nenhuma ao gol. O jogo se apresentou fraco tecnicamente e lento, o que resultou em empate sem gols na ida ao intervalo.

Na segunda etapa, entretanto, surgiram os gols. O primeiro tento foi do Botafogo com apenas um minuto, em lance que Kevin deu assistência para Pedro Raul finalizar às redes e impossibilitar a defesa do goleiro Jailson. Em seguida, o alvinegro ampliou aos sete com Caio Alexandre em rebote de cobrança de falta.

O Palmeiras demorou para acordar em campo e somente melhorou após as substituições feitas. Entre elas, a entrada de Scarpa no lugar de Mayke deu mais movimentação ao lado esquerdo e onde foi criada a jogada do gol de Willian aos 32, que estava livre na área para empurrar a bola à meta adversária.

Mesmo tendo o domínio da posse de bola, a chance de empatar o jogo aos 40, mas que Willian perdeu, também com mais finalizações e +8 de acréscimos, o time palmeirense não conseguiu aproveitar as oportunidades e saiu com derrota no Nilton Santos.

Estatísticas

O Botafogo, no geral, teve 35% de posse de bola, 11 finalizações (quatro no alvo) e 298 passes (225 certos), enquanto o Palmeiras teve 65% de posse, 20 finalizações (quatro no alvo) e 531 passes (458 certos).

Classificação e próximos compromissos

Com a vitória, o Botafogo pulou da vice-lanterna para a 15ª colocação, com 15 pontos em 14 jogos. O próximo jogo será diante do Sport no domingo (11), fora de casa, às 18h15.

O Palmeiras, por sua vez, caiu para a quinta colocação na classificação, com 22 pontos em 13 partidas. Em busca de recuperação, o alviverde terá o clássico diante do São Paulo no sábado (10), no Allianz Parque, às 19h.

VAVEL Logo