Em jogo morno e com pênalti perdido, Operário e Confiança ficam no empate
Foto: José Tramontin / OFEC

Nesta sexta (09), Operário e Confiança se enfrentaram no Estádio Germano Kruger, no Paraná e protagonizaram um jogo corrido, bem disputado mas com poucas chances reais de gol. O empate por 1 a 1 mantém o Fantasma em busca na vaga no G-4 da competição, enquanto o Dragão do Bairro Industrial fica no meio da tabela, longe da zona de rebaixamento e com possibilidades de sonhar também com uma vaga entre os quatro primeiros.

Táticas 

O Operário foi para o jogo com uma linha de quatro defensores, dois volantes, um meia, dois ponteiros e o centroavante. Dos laterais, Julinho foi o que participou muito das jogadas ofensivas por ter características mais agudas, enquanto Sávio foi mais discreto.

Os dois volantes, Pedro Ken e Tomás Bastos participaram bastante da saída de bola, fazendo a bola chegar no cérebro do time, o camisa dez Marcelo Oliveira. Lucas Batatinha e Clayton jogaram abertos cada um por um lado, com Jefinho no comando do ataque.

Já o Confiança jogou com uma linha de quatro defensores, três jogadores defensivos no meio, dois atacantes pelos lados e o centroavante. Dos laterais, Caíque Sá buscou mais o ataque, enquanto Djalma resguardou mais a posição. Luan, Guilherme Castilho e Rafael Vila formaram uma trinca de meias mais defensivos, com Reis pelo lado direito, Ítalo Melo pelo lado esquerdo e Renan Gorne na frente, mas saindo bastante para ajudar a construir as jogadas.

Primeiro tempo com gols, mas pouca criação

De início os dois times trocaram passes, mantendo suas defesas bem postadas, mas quem chegou com perigo cedo e abriu o placar foi o Confiança. Aos 7' Caíque Sá fez grande jogada individual e tirou o zero do placar. Ele deu uma caneta em Clayton na lateral, partiu em velocidade pelo meio, passou entre quatro defensores do Operário e finalizou sem força, mas Thiago Braga aceitou e a bola passou por baixo dele.

Os mandantes tentaram responder logo em seguida, e aos 9' Clayton finalizou de fora para fácil defesa de Rafael Santos. A tática do Confiança funcionou durante o andamento da partida. O Fantasma até trocava passes mas pouco ameaçava, tendo marcação dobrada ao ser atacado e fechando bem os espaços.

O Operário só chegou novamente aos 32' quando Marcelo Oliveira finalizou de fora da área e Rafael Santos mandou para escanteio para garantir maiores problemas. Porém, apesar da pouca criação, o time paranaense chegou a igualdade no placar aos 42', quando Clayton chutou de fora da área, a bola quicou e Rafael Santos não conseguiu fazer a defesa.

Após a segunda bola na rede nenhum dos dois times conseguiu criar jogadas para se colocar a frente do placar novamente, indo para o intervalo com a igualdade.

De vilão a herói

No segundo tempo o cenário se manteve o mesmo. Boa postura do Confiança, Operário com maior posse de bola mas os dois times com pouco poder de criação de jogadas. O time azulino chegou com perigo aos 2' em cobrança de falta de Reis, que Thiago Braga espalmou. Com bola rolando as chances continuaram escassas.

Uma nova chance clara de gol só apareceu aos 27', e mais clara seria impossível. Djalma Silva partiu em velocidade, dividiu com Sávio e foi derrubado na área. Pênalti para o Dragão do Bairro Industrial e chance de retomar a frente do placar. Reis foi para a bola e parou em boa defesa de Thiago Braga, que se redimiu da falha no gol do Confiança.

O Operário conseguiu criar uma boa chance aos 36' em chute de fora da área de Marcelo Oliveira, que passou perto da meta de Rafael Santos. Outra boa chance só foi criada aos 45', quando Tiago Luís bateu falta e obrigou Thiago Braga a fazer boa defesa.

E o jogo terminou assim. Igualdade no placar e pouca criação de chances claras de gol. Para o Operário a chance desperdiçada de vencer um jogo em casa, para o Confiança o empate com gosto de derrota pelo pênalti perdido.

Classificação e próximos jogos

Com o ponto ganho o Operário fica na sétima colocação, com 22 pontos ganhos e na próxima rodada enfrenta o CRB, sábado (17), às 18h30, em Alagoas.

Já o Confiança fica na décima colocação, com 19 pontos ganhos e na próxima rodada enfrenta o Oeste, sábado (17), às 16h30, em Aracaju.

VAVEL Logo