Fluminense supera Bahia, e Odair Hellmann frisa: "Merecemos a vitória"
Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C

O Fluminense superou o Bahia pelo placar de 1 a 0, neste domingo (11), no Maracanã, em jogo válido pela 15ª rodada do Brasileirão Série A. Nenê foi o autor do gol da vitória, em pênalti confirmado pelo VAR. Com essa vitória, o Fluminense subiu para a 5ª posição na tabela, com 24 pontos conquistados, ficando próximo ao G-4.

Odair Hellmann, treinador do Fluminense, analisou o desempenho de sua equipe durante o jogo e comentou sobre a importância de manter o grupo unido para conquistar bons resultados. Ele exaltou o comportamento de seus atletas e salientou que o Fluminense mereceu a vitória diante do Bahia:

“Uma vitória importante na nossa caminhada. Um jogo extremamente difícil em todos os sentidos. A equipe se comportou muito bem em todos os aspectos, em todas as fases do jogo. Não foi um jogo de muitas situações. Foi um jogo muito competitivo, muito organizado. Nenhuma das equipes conseguiu um número expressivo de finalizações. Mas finalizamos, com jogadas trabalhadas, com situações importantes, dentro do que viemos fazendo. Fomos efetivos, merecemos a vitória”, disse o comandante. 

O treinador do Fluminense também elevou o trabalho tático da equipe, evitando que o Bahia conseguisse armar o contra-ataque:

“O Bahia se postava muito bem defensivamente, tentava explorar os contra-ataques. Conseguimos evitar. Nosso “ataca-marcando” hoje foi muito bem estabelecido, para não darmos o contra-ataque ao Bahia. Vitória importante. Trabalho do grupo”, exaltou Odair. 

Hellmann explicou por que jogadores já recuperados de Covid-19, que anteriormente eram titulares da equipe, começaram no banco:

“Precisamos ter um entendimento que eles não ficaram só dez dias parados. Eles ficaram dez dias com uma doença, uma doença que não conhecemos, uma doença cujos médicos e cientistas estão avançando na análise e tratamento. Não sabemos qual é a consequência de um atleta pós-Covid em um treinamento de alto rendimento, então você tem que fazer as coisas aos poucos, preservando a saúde das pessoas, dos atletas. por tudo o que aconteceu, precisam passar por um processo de retomada, importante nesse 'retreinamento', para visualizar se não terão nenhuma sequela, preservando a saúde em primeiro lugar”, explicou o técnico do Fluminense. 

Elenco do Flu unido

O treinador exaltou a união do grupo ao comentar sobre a escolha do Nenê para cobrar a penalidade, mesmo com o centroavante, e ídolo, Fred em campo:

Hoje estava definido que era o Fred a bater o pênalti. Temos muitos bons batedores de pênalti. Fred e Nenê são dois grandes batedores de pênalti. É difícil até fazer uma escolha de quem bate. O Nenê que vinha batendo e fazendo os gols e o Fred que é um grande batedor. E eu tinha definido para o Fred bater o pênalti. Mas ele foi lá e entregou a bola ao Nenê, que foi lá e fez o gol", revelou Odair. 

Na visão dele, uma atitude como essa mostra que o coletivo está acima das metas individuais dos atletas: 

“Esse tipo de situação mostra que o coletivo está acima. O Fred viu que o Nenê estava batendo os pênaltis. Ele pode em uma próxima vez, se eu definir por ele, bater ou eu posso definir o Nenê e o Nenê entregar para ele. São situações de representatividade muito grande dentro de um grupo de futebol. Ter essa sensibilidade, essa maturidade, esse olhar coletivo”,  completou o treinador. 

Sequência do Fluminense

Na próxima rodada o Fluminense terá um difícil confronto contra o líder do Brasileirão, Atlético Mineiro, fora de casa, no Independência. A partida ocorrerá na próxima quarta-feira (14), às 21h30.

VAVEL Logo