São Paulo é eficiente no ataque, vence rival Palmeiras e quebra jejum no
Choque-Rei
Foto: Divulgação/São Paulo

Em momentos conturbados devido aos últimos jogos decepcionantes, Palmeiras e São Paulo se enfrentaram neste sábado (10), no Allianz Parque, em clássico válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor Paulista, após três anos sem vencer o rival no Choque-Rei, quebrou o jejum ao conquistar a vitória por 2 a 0, com gols marcados por Reinaldo e Vitor Bueno.

Distribuição tática

Com alguns desfalques, o técnico Vanderlei Luxemburgo optou pelo 4-2-3-1 para mandar o Palmeiras a campo. Jailson no gol, Felipe Melo e Luan na defesa, Marcos Rocha e Lucas Esteves nas laterais. Zé Rafael e Patrick de Paula formaram a dupla de volantes, enquanto Lucas Lima, Raphael Veiga e Wesley movimentaram o meio-campo. Willian foi o único jogador no ataque palmeirense.

O treinador Fernando Diniz também apostou no 4-2-3-1 para garantir o resultado satisfatório ao São Paulo. Diego Costa e Bruno Alves auxiliaram o goleiro Tiago Volpi na defesa, enquanto Igor Vinícius e Reinaldo cuidaram das laterais. Tchê Tchê e Luan Santos foram responsáveis pela marcação no meio-campo; Luciano, Igor Gomes e Daniel Alves fizeram a ligação com Brenner no ataque.

Palmeiras apresenta nova atuação decepcionante, enquanto São Paulo usa eficiência no ataque para conquistar vitória na casa do rival

O jogo, tanto no primeiro quanto no segundo tempo, foram de poucas chances claras de gols e de muita movimentação no meio-campo. O Palmeiras repetiu a fraca atuação diante do Botafogo na última partida e pouco convenceu. O São Paulo, por sua vez, se fez mais presente no ataque e aproveitou bem os momentos que teve para pressionar o goleiro Jailson.

Sem surpresas, a primeira etapa terminou em empate sem gols devido ao confronto que começou disputado, com as duas equipes usando a marcação alta para pressionar. O Tricolor Paulista, porém, deixou a melhor impressão ao ter maior domínio de posse de bola e finalizações ao gol.

Na volta do intervalo, os visitantes continuaram com a mesma postura e consequentemente mudaram o placar aos dez minutos, em lance que Esteves derrubou Igor Vinícius na área e a arbitragem marcou pênalti. A responsabilidade de converter a cobrança na marca da cal ficou por conta de Reinaldo, que não decepcionou e inaugurou o marcador.

Em busca da reação, o Palmeiras foi para tudo ou nada e precisou ficar em desvantagem para acordar no jogo. O time palmeirense se lançou mais à frente, entretanto pouco fez o goleiro Tiago Volpi trabalhar, além de não conseguir pressionar no ataque, o que resultou na falta de ofensividade.

Quando se esperava o final da partida, o São Paulo surpreendeu com gol nos acréscimos. A equipe visitante usou a velocidade pelo lado esquerdo com Igor Vinícius, que passou para Vitor Bueno finalizar para o fundo das redes no momento de desorganização da defesa alviverde.

Estatísticas

Derrotado, o Palmeiras ficou com 47% de posse de bola, nove finalizações (três no alvo) e 425 passes (360 certos), enquanto o vitorioso São Paulo ficou com 53% de posse, 13 finalizações (quatro no alvo) e 484 passes (402 certos).

Classificação e próximos compromissos

Com a derrota, o Palmeiras caiu para a quinta colocação e se mantém com 22 pontos em 14 jogos. O alviverde voltará a campo na quarta-feira (14) para encarar o Coritiba, no Allianz Parque, às 18h, pelo Brasileirão.

O São Paulo, por sua vez, subiu para a terceira colocação e tem agora 26 pontos em 14 partidas. O próximo compromisso será diante do Fortaleza, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil na quarta-feira (14), no Castelão, às 19h15.

VAVEL Logo