Em duelo de times em boa fase, Avaí e CSA ficam no empate na Ressacada
Foto: R. Pierre/AGIF

Avaí e CSA vinham de duas vitórias seguidas e, nesta terça-feira (13), empataram em 1 a 1 pela 16ª rodada da Série B, na Ressacada. Os dois gols foram de cabeça: Luciano Castán, para os alagoanos, e Getúlio, para os catarinenses.

CSA abre placar rápido

O Avaí foi a campo no seu tradicional 4-4-2, mas com jogadores mais ofensivos pelos lados - Rômulo e Getúlio -, além do improvisando Luan Silva na lateral, por causa dos desfalques de Jean Martin (por Covid-19) e João Lucas (questões contratuais). Do outro lado, o CSA manteve o 4-3-3, com o trio Paulo Sérgio, Pimpão e Andrigo, além de Nadson abastecendo pelo meio.

Como vem sendo de praxe, o Avaí adotou uma estratégia mais defensiva, que, desta vez, foi punida rapidamente. Aos dez, Nadson bateu escanteio na área e Luciano Castán ganhou de Rafael Pereira para abrir o placar: 1 a 0.

Avaí se arrisca e empata

Com o gol sofrido, o Avaí teve que se soltar mais e, apesar de ter somente 37% de posse de bola, terminou o jogo com mais finalizações - sete a seis. Gastón foi bastante influente saindo da área, apesar de ter errado alguns passes, enquanto Iury foi a válvula de escape pela direita. O CSA teve em Pimpão e Paulo Sérgio jogadores mais acionados na frente - o primeiro teve boa chance em chute cruzado- , e os alagoanos também assustaram em falta cobrada de longe por Rafinha.

Mais agressivo, o Avaí esteve perto do gol em alguns momentos, e empatou aos 39. Iury recebeu com espaço na direita e levantou na segunda trave para Getúlio, que mergulhou e tocou de peixinho: 1 a 1. Foi o primeiro gol dele desde o retorno ao Avaí.

Defesas se fecham e placar se mantém

A segunda etapa foi de bem menos chances. O Avaí teve um pouco mais posse de bola - terminou com 46% -, mas o número de chances foi bem menor. As duas equipes tiveram menos inspiração e também uma maior organização defensiva, limitando as armas ofensivas do rival.

O Avaí teve que mudar por lesão na defesa - Rafael Pereira e Luan Silva saíram com problemas físicos -, enquanto o CSA apostou mais em jogadas pelos lados e chutes de fora da área.

Os dois técnicos fizeram alterações mais conservadoras, sem modificar esquemas táticos, e o panorama se manteve até o fim da partida. O Avaí chegou a acertar a trave já aos 48, em bola levantada por Valdívia e desvio de Zé Marcos, mas Matheus Mendes salvou e bola bateu na trave.

Classificação e próximos resultados

O Avaí sobe momentaneamente para o quinto lugar, com 23 pontos, enquanto o CSA é no momento o nono, com 20.

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira (20), às 19h15. O Avaí joga no RS diante do Juventude, enquanto o CSA recebe o Botafogo-SP.

 

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo