Conselho Deliberativo do Santos discutirá permanência de Robinho na próxima quarta-feira
Foto: Divulgação/Santos

Menos de uma semana após o anúncio de seu retorno, o atacante Robinho pode estar de saída do Santos FC. Após matéria publicada pelo jornalista Lucas Ferraz, do Globo Esporte, que revela a transcrição de grampos que levaram o jogador a ser condenado por estupro em primeira instância na Itália, a hashtag #ForaRobinho ganhou força nas redes sociais, com manifestos de torcedores santistas.

Nos trechos publicados, Robinho, em ligação semanas após o ocorrido com o músico Jairo Chagas, afirmou:

"Estou rindo porque não estou nem aí, a mulher estava completamente bêbada, não sabe nem o que aconteceu".

O Conselho Deliberativo do clube da baixada santista se reunirá na próxima quarta-feira (21) para discutir a permanência do atleta. Por conta da reta final de mudança de gestão do Peixe, qualquer negociação deverá ser aprovada pelo Conselho até o mês de dezembro. Com a situação, os conselheiros do alvinegro podem vetar a chegada do jogador.

Além disso, patrocinadores do clube paulista, como a Philco, repudiaram a contratação de Robinho em nota oficial e solicitaram a rescisão contratual imediata. Na última quinta-feira (15), a Orthopride, rede de ortodontia estética, rompeu o contrato de patrocínio com o Santos FC.

A Corte de Apelo de Milão iniciará o julgamento em segunda instância do atacante no dia 10 de dezembro. Até o momento da publicação desta matéria, o Santos FC ainda não se manifestou publicamente.

VAVEL Logo