Com dois
gols de Pablo, São Paulo se despede da Libertadores com goleada sobre
Binacional 
Foto: Divulgação/São Paulo

Apesar de eliminados da atual edição da Taça Libertadores, São Paulo e Binacional tinham objetivo em comum: garantir vaga para a Copa Sul-Americana. As equipes se enfrentaram nesta terça-feira (20), no Morumbi, em jogo válido pela última rodada do Grupo D.

Com 5 a 1 no placar, os gols do time da casa foram marcados por Vitor Bueno, Brenner, Pablo (duas vezes) e Arboleda, enquanto Deza descontou para os peruanos. Sendo assim, o Tricolor Paulista se despediu na terceira colocação, com sete pontos em seis jogos, e o adversário da noite terminou na lanterna do grupo, com três pontos.

Goleada são-paulina

O São Paulo foi a campo no 4-4-2 com Volpi no gol, Arboleda e Bruno Alves na defesa, Tchê Tchê e Léo nas laterais. No meio, Igor Gomes, Dani Alves, Luan Santos e Vitor Bueno fizeram a ligação ao ataque com a dupla formada por Pablo e Brenner.

O Binacional, por sua vez, preferiu o 4-5-1 com Fernández no gol, Fajardo e Mancilla na defesa, Pérez e Reyes nas laterais. Guachire, Angles, Ojeda, Labrin e Arango reforçaram o meio, enquanto Zeta foi o único jogador de ataque.

Na primeira etapa, o jogo começou quente e com o São Paulo querendo mostrar a que veio na frente. O placar foi inaugurado logo aos sete minutos, com golaço de Vitor Bueno de fora da área. Mesmo dominante, o time brasileiro foi pouco objetivo nas finalizações e o segundo gol demorou a sair.

Aos 35, Brenner ampliou a vantagem após três defesas do goleiro adversário no bombardeio são-paulino e empurrou a bola para o fundo das redes. O atacante Deza, que entrou na vaga do lesionado Zeta, marcou um golaço aos 41 para diminuir a desvantagem.

Insatisfeito com o gol adversário e com a sensação de que poderia ter deixado o placar mais elástico, o São Paulo voltou avassalador no segundo tempo e fez o terceiro em belo voleio de Pablo aos 51. Três minutos depois, foi a vez de Arboleda deixar o dele em campo, e por fim, novamente o camisa 9 do Tricolor Paulista marcou o quinto e último tento dos anfitriões na partida aos 85.

Nos números, o time brasileiro também impressionou: 75% de posse de bola, 31 finalizações (17 no alvo, oito para fora e seis travadas) e 647 passes (591 certos), enquanto o Binacional teve apenas 25% de posse, cinco finalizações (duas no alvo, uma para fora e duas travadas) e 216 passes (157 certos).

Em confronto de ataque contra defesa, os são-paulinos foram quase impecáveis em campo e fizeram grande atuação. Apesar das limitações dos peruanos, a vitória dá ânimo à equipe, que voltará a jogar no domingo (25), em decisão no jogo de volta da Copa do Brasil diante do Fortaleza, às 20h30, no Morumbi.

River Plate vence LDU e termina fase de grupos na liderança

No mesmo horário de São Paulo e Binacional, se enfrentaram River Plate e LDU no duelo dos classificados à próxima fase, no Estádio Libertadores da América, em Avellaneda. O time argentino não tomou conhecimento do adversário e venceu a partida por 3 a 0, com gols marcados por Borré, Álvarez e Carrascal.

Com a vitória, os Millonarios encerraram a fase de grupos na liderança do Grupo D, com 13 pontos, sendo quatro vitórias, um empate e uma derrota. A LDU ficou com a vice-liderança, com 12 pontos.

VAVEL Logo