Sampaio Corrêa não se intimida e vence Cuiabá com tranquilidade na Série B
Foto: Divulgação/Sampaio Corrêa

Na noite deste sábado (24), o Sampaio Corrêa venceu o Cuiabá por 3 a 0, no Castelão de São Luís, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, com gols de Luiz Gustavo, Caio Dantas e Jackson. Com este resultado, a Bolívia Querida subiu para a 9ª colocação com 24 pontos, enquanto o Dourado caiu para a vice-liderança com 33 pontos.

Formação tática

O Sampaio Corrêa, de Leonardo Condé, entrou em campo no 4-4-2, em bloco baixo com duas linhas de quatro defensivas e mais dois atacantes na área. O mandante não se intimidou com o até então líder do campeonato e colocou o adversário preso no seu próprio campo, acionando bastante o lado esquerdo com Marlon articulando com os meio-campistas.

O Cuiabá, de Marcelo Chamusca, entrou em campo no 4-3-3, em bloco baixo com uma linha defensiva de quatro jogadores, três meio-campistas e três atacantes na área. A intenção do visitante foi tentar rodar a bola e acionar os pontas para abrir espaços em amplitude a fim de atacar o último terço do campo adversário.

Intensidade e eficiência

No entanto, o papel do visitante não conseguiu condizer com o que foi proposto, pois a Bolívia Querida não se intimidou e partiu para cima priorizando o lado esquerdo, mas que também caía para o outro corredor com os atacantes utilizando o 1x1. O primeiro gol saiu aos 5 minutos, com o lateral-direito Luís Gustavo aproveitando o rebote do goleiro João Carlos após finalização de Pimentinha dentro da área.

A partir do primeiro gol, o Dourado perdeu o controle da partida e não conseguiu mais sair da própria área, sendo atacado pela Bolívia Querida a todo momento. Até que aos 28 minutos, Caio Dantas parte pelo corredor central e arrisca uma bela finalização de fora da área ampliando o placar no lado direito do gol de João Carlos.

Com o resultado favorável ao Sampaio Corrêa, a equipe recuou e permitiu avanços do Cuiabá, que utilizou bastante o lado direito com Lucas Ramon tentando chegar à linha de fundo, sendo auxiliado pelo atacante Yago. No entanto, foram apenas tentativas e muita ineficiência por parte dos visitantes.

Bolívia Querida recuou, mas continuou eficiente

No segundo tempo, a Bolívia Querida diminuiu a intensidade e o Dourado continuou com a mesma dificuldade para se infiltrar no ataque, dando equilíbrio à partida. Entretanto, a equipe passou a contra-atacar, e mesmo assim conseguiu espaços para se infiltrar no último terço com os dois atacantes, Claudio Dantas e Pimentinha. A dupla deu bastante trabalho para o Dourado, que por pouco não viu o placar ser ampliado.

Aos 42 minutos do segundo tempo, Róbson parte em jogada pela direita, corta para dentro da área, finaliza em cheio, o goleiro João Carlos defende e dá rebote para o atacante Jackson fazer o terceiro gol. O lance do gol é duvidoso, pois o atacante poderia estar em impedimento, no entanto, não tem árbitro de vídeo na Série B, por isso o gol não foi anulado.

A melhor chance do Cuiabá foi na finalização com categoria de Jean Patrick que foi defendida milagrosamente pelo goleiro Mota, estreante na equipe mandante. No entanto, a falta de criatividade foi crucial para o Dourado não ter tido tantas chances diante da defesa bem ajustada do Sampaio Corrêa, que soube aproveitar quase todos os momentos que encaminharam a vitória para os mandantes.

VAVEL Logo