Cuca admite que Santos não merecia vencer e dispara contra arbitragem: "Muito ruim"
Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos foi derrotado para o Fluminense por 3 a 1, no Maracanã, em jogo válido pela 18ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. A equipe paulista não jogou bem. Mas conseguiu fazer dois gols, que foram anulados pela arbitragem. 

Após o jogo, o técnico Cuca admitiu que a partida não foi uma das melhores e a equipe santista não merecia vencer. Mas criticou o árbitro Anderson Daronco, que tomou a decisão de não expulsar Hudson por carrinho em Soteldo.

"A arbitragem do Daronco foi muito ruim. Amarrou o jogo, não deixou fluir. Ele é bom árbitro, mas esteve num dia ruim, assim como nós, que não merecíamos vencer, mesmo se não tivesse anulado os dois gols. Jogamos mal e não merecíamos vencer", disse Cuca.

"Avaliar a arbitragem é ruim, não é minha função, mas o lance (do Hudson) era para vermelho. Estava cinco metros de mim e dele. Não adianta passar essa situação para o VAR. É uma sensação que ele tem que ter no campo, como ele teve ao anular o nosso primeiro gol em que não foi nada. Ele teve uma interpretação de campo e anulou. Foi nisso que eu falei que era tudo contra. O segundo gol anulado é interpretativo. Se for buscar o movimento do Arthur Gomes, ele para. Ele não faz a carga ou algo do tipo. O jogo é de disputa por espaço. Se ele não desse falta em nenhum dos dois gs, passaria. Se desse falta no segundo, está bom. Mas no primeiro, não. Disputa natural de jogo. Era o gol de empate", continuou.

Cuca também explicou as mudanças na equipe. A equipe santista iniciou a partida com Felipe Jonatan no meio de campo, Luan Peres na lateral esquerda e Laércio na zaga.

"Com a entrada do Luan, ganho a  alternativa de diversos movimentos táticos durante a partida: 3-5-2, 3-4-3 e 4-3-3, que foi geralmente o que se jogou. Teoricamente, seria um meio-campo forte, mas não encaixou. Depois, na metade do primeiro tempo, invertemos. Colocamos o Felipe Jonatan pela esquerda e fizemos duas linhas de quatro, com o Marinho solto. Também não encaixou."

"No segundo tempo, tiramos um zagueiro, passamos o Luan Peres na zaga e colocamos o Arthur no meio, variando com Soteldo. Melhorou um pouco, a gente propôs mais jogo, mas a equipe ficou muito nervosa durante a partida. Não transfiro a eles a culpa do resultado", concluiu Cuca.

Com a derrota, o Santos caiu para a sexta posição na tabela, com 27 pontos.

Agora o Alvinegro Praiano volta as suas atenções ao jogo de ida da Copa do Brasil, que será nesta quarta-feira (28), diante do Ceará, na Vila Belmiro

VAVEL Logo