Fifa cancela punição e Cruzeiro volta a registrar novos jogadores
Foto: Divulgação/Cruzeiro

Na tarde desta terça-feira (27), o Cruzeiro anunciou que a Fifa cancelou o transfer ban (punição que impossibilita o registro de novos jogadores). Com isso, o clube mineiro pode voltar a inscrever jogadores em todas as categorias.

A punição, foi executada a partir do início de setembro, por conta da dívida com o Zorya, da Ucrânia, pela contratação do atacante Willian, realizada em 2013. Para quitar o débito de 1.159.786,31 de euros (quase R$ 7,8 milhões na cotação atual), o clube contou com a ajuda do mecenas Pedro Lourenço, dono dos Supermercados BH.

"Ótima noticia, nação azul!

A sanção de transfer ban, aplicada pela Fifa, está cancelada! Desta forma, o Cruzeiro pode voltar a registrar atletas em todas as suas categorias." 

O clube celeste teve dificuldades para ficar livre da punição. Inicialmente, o Zorya negou a legalidade de um acordo feito pelo Cruzeiro com Alik Management, empresa da Ucrânia que tinha uma cessão de créditos cedida pelos ucranianos.

A diretoria celeste recorreu para comprovar a veracidade do acordo, com apresentação de e-mails trocados com o Zorya, mas não teve sucesso. A única saída foi pagar o débito. O clube também anunciou o pagamento de dívidas relativas à aquisição do atacante Ramón Ábila e com a comissão técnica de Paulo Bento. Somados, os três acordos chegaram a R$ 10,8 milhões.

Dos três contratados no período de transfer ban, o meia Giovanni deve ser o primeiro a ser registrado; o atacante Angulo já deixou o clube e deve irá vestir a camisa do Botafogo, já o meia Matheus índio ainda não tem uma definição sobre a inscrição.

A pedido do técnico Felipão, o Cruzeiro ainda busca um volante e atacante. E também não descarta a chegada de um novo zagueiro.

Recentemente o Cruzeiro entrou em contato com a diretoria do Internacional para contratar o atacante William Pottker, que foi uma indicação do técnico Luiz Felipe Scolari.

VAVEL Logo