Apontamentos, receita do bolo e duelo de técnicos: conclusões da goleada são-paulina sobre o Flamengo

O Flamengo abriu a contagem com Pedro, mas o São Paulo construiu a goleada por 4 a 1 com gols de Tchê Tchê, Brenner, Reinaldo e Luciano na 19ª rodada do Brasileirão. Goleiro Tiago Volpi pegou duas cobranças de pênalti e ainda deu uma assistência para consagrar sua tarde. Com o resultado, Flamengo é o segundo na tabela do Brasileirão. São Paulo é o quinto. Isso porque o time paulista teve atuação de gala sobre os erros dos cariocas.

QUESITO FLA SÃO
Posse 53% 47%
Finalizações 17 13
Finalizações no gol 7 8
Grandes chances 3 3
Passes certos 387 336

Vitória implacável do Tricolor, melhor em todos os méritos no Maracanã: taticamente, fisicamente e tecnicamente. São Paulo jogava melhor quando levou o 1 a 0 e depois seguiu dentro do seu modelo, pressionando, controlando o meio e castigando os espaços.

Há tempos não acontecia uma coisa importante no SPFC: time não se abateu com o gol sofrido e ainda por cima ganhou mais confiança com a primeira defesa de pênalti do Volpi. Sem dúvida, uma atuação monstruosa do goleiro são-paulino. O futebol do Diniz encaixou no jogo deste domingo (1º).

No Flamengo, a falta de capacidade de pressionar a defesa adversária cobrou o preço de novo. Cenário parecido com a goleada sofrida contra o Independiente del Valle: sobe a linha, não encaixa distância e cede open bar de espaços. E só para deixar registrado: Gustavo Henrique não tem condição de seguir jogando. Está evidente o nível técnico e psicológico abaixo. 

Receita do bolo?

Para derrotar o Flamengo, qualquer equipe precisa tentar reter a bola e não ser refém de ligação direta, com uma saída minimamente organizada. Por princípio, o São Paulo de Diniz sempre adotou essa postura, executada à perfeição no Maracanã. Precisa ter coragem para jogar, e isso foi merecidamente premiado.

Domènec x Diniz

Foi uma grande vitória coletiva e tática do São Paulo sobre o Flamengo. Bastante mérito de Fernando Diniz, e o time de Domènec Torrent se pôs novamente um tão desorganizado. Os erros individuais rubro-negros, nas conclusões e na defesa, deixaram o placar exagerado para o que foi o jogo: equilibrado até.

Com a vitória, Tricolor entra de vez na briga pela liderança do Brasileirão. Hoje, é o que tem menos pontos perdidos e a vantagem dos jogos atrasados a serem marcados pela CBF. Segundo turno inicia embolado com Inter, Flamengo, Atlético-MG e São Paulo. Muita coisa ainda está por vir.

VAVEL Logo