Apesar de eliminação na Copa do Brasil 2020, Cuca blinda elenco do Santos
Cuca em Ceará 1 a 0 Santos (Santos FC/Divulgação)

O Santos foi eliminado, nesta quarta-feira (4), da Copa do Brasil 2020. Jogando no Castelão, o Peixe foi vencido pro 1 a 0 pelo Ceará e ficou nas oitavas de final do certame. Em entrevista coletiva após a partida, Cuca, técnico alvinegro, não analisou apenas a peleja.

Em grandes dificuldades financeiras, o Peixe deixou de ganhar R$ 3,3 milhões para aliviar os cofres. E, de acordo com Cuca, o elenco nada tem a ver com isso.

"Não é justo jogar nesses meninos a responsabilidade de ganhar um jogo para receber o salário na carteira. As imagens estão atrasadas há algum tempo, não temos reclamado. Se tivéssemos feito uma vantagem em casa, quem sabe, aqui poderíamos administrar melhor. Não vou achar culpado, e muito menos falar que não vai receber se não passar de fase. Mas se não receber, tudo bem, ninguém aqui está pensando em dinheiro. Queríamos vencer para passar e dar alegria para o torcedor. Agora é pensar no futuro, temos uma competição ainda mais importante. Temos que tirar lições do que fizemos errado, para não errar no futuro", destacou.

A partida em si

Como não poderia deixar de ser, Cuca também falou sobre a partida. O treinador destacou o bom começo da peleja, mas não negou o golpe após o tento do Vozão.

"Como não fizemos um gol no primeiro tempo, bem jogado por nossa parte, e tomamos no segundo tempo, a gente sabe que o Ceará tem a bola aérea forte e acabamos tomando. Após o gol nos perdemos, ficamos nervosos. O Ceará abaixou as linhas, tem jogadores altos. Tentamos buscar o jogo com alternativas, mas eles se fecharam muito bem, praticamente não tivemos chances. Até antes do gol era um jogo muito aberto, acho que até o empate seria mais justo pelo o que as equipes fizeram antes do gol", finalizou o técnico do Santos.

VAVEL Logo