Com pouca criatividade e muitos erros de passe, Atlético-GO e Corinthians ficam no empate
Foto: Rodrigo Coca / Corinthians

Neste sábado (07) Atlético-GO e Corinthians se enfrentaram em Goiânia, no Estádio Olímpico, buscando se afastar de vez da zona da degola em confronto direto válido pela 20ª rodada do Brasileirão. Mas, nenhum dos dois times conseguiu buscar os três pontos, e, em jogo com muitos erros de passe e falta de criatividade, empataram por 1 a 1.

Tática das equipes

O time do Atlético-GO foi a campo com quatro defensores, dois volantes, um meia, dois jogadores abertos e o centroavante na frente. Os homens de frente, Chico, Ferrareis e Zé Roberto sempre se movimentando bastante, principalmente o coreano. Além disso, o time goianiense buscou manter a marcação forte para dificultar a saída de bola do Corinthians.

Já a equipe comandada por Vagner Mancini foi a campo com quatro defensores, três volantes, um meia, dois jogadores abertos e um jogador na frente. Xavier, Ramiro e Gabriel sendo os volantes, Otero e Matheus Davó abertos e Luan mais centralizado. Em vários momentos Davó e Luan trocavam de posições.

Jogo lento e abertura de placar

No primeiro tempo o Atlético-GO foi melhor. Não criou muitas oportunidades mas foi mais efetivo. Marcou melhor, teve mais posse de bola e propôs melhor o jogo, apesar de pecar na finalização. O Corinthians pouco fez. Time com transição lenta, erros de passe e pouca criatividade. 

As raras chegadas do Timão foram em bolas paradas cobradas por Otero buscando a cabeça de algum companheiro, mas sem oferecer perigo ao goleiro Jean. Já no fim da primeira etapa surgiu uma chance de ouro para o time paulista cara a cara com o arqueiro adversário, mas Matheus Davó exagerou na preciosidade, e ao tentar driblar Jean, viu o goleiro se recuperar e dar um tapa por baixo para desarmá-lo.

Como aquela famosa frase "quem não faz, leva" faz muito sentido dentro das quatro linhas, o Dragão castigou. Após o desarme salvador de Jean, partiu em contra-ataque, ganhou escanteio e na cobrança abriu o placar, com Oliveira, de cabeça, após falha de marcação de Marllon.

Mudança de postura na segunda parte

No segundo tempo o técnico Vagner Mancini sacou Xavier no intervalo para a entrada de Gustavo Mosquito, buscando dar mais profundidade, velocidade e ofensividade ao Corinthians, e a mudança  deu resultado logo nos primeiros minutos. E foi por lá que saiu a jogada para a marcação do pênalti, quando Fagner invadiu a área e foi derrubado por Gilvan. Na cobrança, Fábio Santos deixou tudo igual.

O Corinthians tentou propor mais o jogo, principalmente após as substituições feitas. Na primeira jogada em campo, Everaldo fez cruzamento fechado, Jean deu um tapa na bola e ela sobrou para Luan, que limpou a marcação e tocou na medida para Matheus Davó, que finalizou quase de calcanhar e a defesa tirou. 

No mais ficou nisso, pouca criatividade, muito erro de passe e igualdade no placar refletindo o que foi em campo.

Classificação e próximos compromissos

Com o resultado o Dragão foi a 13ª colocação, com 23 pontos. Na próxima rodada enfrenta o Flamengo, sábado (14), às 21h30, no Maracanã. Já o Timão ficou na 9ª colocação, com 25 pontos, e na próxima rodada enfrenta o Atlético-MG, sábado (14), às 19h, na Neo Química Arena.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo