Kieza desabafa em má fase do Náutico no Z-4 da Série B: "Não vim para isso"
Foto: Divulgação / Náutico

Na noite desta sexta-feira (07), o Náutico recebeu o Avaí, em jogo válido pela 20ª rodada do Brasileirão Série B. Apesar de sair atrás no placar, o Timbu conseguiu fazer 2 a 1 com Kiesa e Guilhermo Paiva. Porém, nos acréscimos, Alan Costa empatou o jogo para o Avaí. Isso complica ainda mais a situação dos donos da casa, que permanecem na zona de rebaixamento. 

Após o final do jogo, o técnico Gilson Kleina estava envolvido na discussão que envolveu jogadores e membros da comissão técnica de ambos os times. Não é a primeira vez que isso acontece após um jogo em Recife, já que o técnico já discutiu com o treinador da Chapecoense. Em entrevista à assessoria do clube, Kleina afirma que não foi nada demais. "Eles estavam reclamando de dois pênaltis. Eu falei que, se fosse para reclamar, a gente tinha que reclamar do lateral-direito, que deu sem bola no Vinícius, e a entrada que Paiva tomou de Valdívia que era para ser de cartão vermelho. Se é para reclamar o pênalti que eles estavam reclamando, reclama também do pênalti que Hereda sofreu."

Autor de um dos gols da partida, Kieza desabafou depois do jogo. "Nessas horas é complicado falar. Estou envergonhado e triste com a situação. Não vim para o Náutico e passar por isso" , admitiu o camisa 9. 

Sobre o gol aos 92', o centroavante diz que o Timbu não pode mais tomar gol desse jeito. "A gente não pode tomar mais esses gols bobos. Antes do jogo, a gente fala, explica, conversa, e sempre tomando gols que não existe a gente tomar", criticou.

Sobre a situação no time na zona de rebaixamento, Kieza se mostrou preocupado em tirar o time do Z-4. "A gente precisa dar a volta por cima, achar o que a gente vem errando e melhorar o mais rápido possível, porque, na Série B, quanto mais os jogos vão passando, vai ficando mais difícil. Daqui a pouco a gente não vai ter mais força de sair lá de baixo."

 

VAVEL Logo