Marcelo Oliveira enxerga 'copo meio vazio' após empate da Ponte Preta com América-MG
Marcelo Oliveira em América-MG 1 a 1 Ponte Preta (Foto: Alberto Nucci/PontePress)

A Ponte Preta conseguiu o que foi avaliado como um bom resultado no último sábado (7). Jogando no Independência, a Macaca arrancou um empate contra o América-MG, em duelo válido pela 20ª rodada da Série B 2020. Técnico campineiro, Marcelo Oliveira preferiu, entretanto, ver o copo meio vazio. Na avaliação do treinador, a Macaca jogou muito bem a segunda metade de jogo, mas não teve o mesmo desempenho nos primeiros minutos de jogo. E, na avaliação dele, tal situação é recorrente.

"Vamos valorizar esse ponto. Saímos de um jogo difícil, em que trabalhamos pela vitória, mas jogar aqui é sempre complicado. Precisamos jogar melhor desde o início, mais concentrado, mais atento. Não pode levar uma pancada e depois reagir. Tenho cobrado isso. Se tivesse jogado o primeiro tempo como o jogou o segundo, poderia ter saído com a vitória. É um time com poder de reação, mas precisa entrar mais concentrado, mais atento. Não se pode jogar futebol só um tempo. Embora, esse jogo especificamente, todo mundo que vier aqui vai ter dificuldade", comentou após o jogo contra o América-MG.

Camilo

Pedido pela torcida para que comece entre os titulares, Marcelo Oliveira pensa, sim, no atleta no onze inicial. Mas apenas em algumas circunstâncias.

"Eu já estou nisso há muito tempo. É assim que funciona mesmo. Um time jogou bem, todo mundo pede quem entrou. Se entrar com aqueles, e não foram bem, troca de novo. Esse time pode jogar em algumas circunstâncias, talvez em casa, mas é um time bem aberto. O que a gente pode tentar é fazer com que os jogadores técnicos participem mais da marcação. É produtivo. Até mais do que tentar fazer jogador sem tanta qualidade jogar. Estamos atentos a todas as questões, sempre tentando colocar o melhor time. O treinamento durante a semana é importante", finalizou.

VAVEL Logo