Opinião: contratar Abel Braga para repor Eduardo Coudet é um regresso enorme
Foto: Rafael Ribeiro / Vasco da Gama

A diretoria do Internacional conseguiu o dificílimo feito de minar o excelente trabalho de Eduardo Coudet. Ao contratar Abel Braga como substituto do argentino, que pediu demissão para assumir o Celta de Vigo, da Espanha, o clube gaúcho dá um passo enorme para trás. Isso retrata a incompetência de alguns dirigentes brasileiros e pode até ser considerada a maior derrota do Colorado no ano, como foi adjetivada pelo jornalista Fernando Campos. Tudo bem que Abelão venceu o Mundial de Clubes em 2006, mas já estamos em 2020.

Há limitações claras no elenco e mesmo assim Coudet fez um ótimo trabalho, deixando o time no topo do Brasileirão e classificado ao mata-mata das Libertadores — encara o Boca Juniors nas oitavas. O argentino moldou uma ideia e desenvolveu jogadores. Faltou cativá-lo e valorizá-lo ao ponto que ele ergueu o time.

Contratar Abel Braga é algo impensável quando se quer continuar com um trabalho moderno e de sucesso. Abelão tem uma história muito bonita no Inter, mas não há nenhum grande trabalho recente. É uma decisão que pode ser considerada surreal. Aguardemos a sequência da temporada para ver no que vai dar.

VAVEL Logo