Sem técnica, mas com emoção: América-MG elimina Inter nos pênaltis
Foto: Divulgação / América-MG

América-MG e Internacional maltrataram a bola na última quarta-feira (18). No jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, atuando no Independência, as duas equipes fizeram jogo de nível técnico risível. Nos instantes finais, entretanto, a partida ganhou novos ares.

Precisando da vitória mínima para, pelo menos, levar a decisão para os pênaltis, o Colorado conseguiu o que precisava já nos acréscimos da segunda etapa. Na decisão em penalidades máximas, melhor para o time da casa - que venceu, também por 1 a 0, a primeira partida.

É bem verdade que o jogo no Raimundo Sampaio foi dominado pelo Internacional. Os gaúchos tiveram 77% de posse de bola, finalizaram doze vezes (contra sete dos rivais) e acertaram três desses chutes (sendo que o América teve duas). 

Sonífero

O adiantado da hora (o jogo começou às 21h30) é, naturalmente, um convite para os mais sonolentos buscarem algo mais tranquilo para se fazer. A temperatura mais amena (cerca de 21ºC) potencializou tal situação. Para completar, o baixíssimo nível técnico do cotejo pode ter espantado espectadores da partida.

Para se destacar, poucos lances. Aos 18 minutos da primeira etapa, João Paulo arriscou de longe e chutou forte, por cima do travessão de Marcelo Lomba. Aos 34, Moisés desceu bem pelo lado esquerdo e adentrou a área antes de chutar forte, acima do gol de Matheus Cavicchioli. Depois, com 17 minutos do segundo tempo, Geovane cobrou falta do lado direito e Marcelo Lomba faz bela defesa.

Emoções

Quando nada mais parecia acontecer, o Internacional encontrou o gol que tanto procurou - mesmo fazendo pouco para tal. Edenílson cruzou da direita, Thiago Galhardo fez a casquinha e Yuri Alberto chutou forte para estufar as redes.

Nos pênaltis, logo na primeira cobrança colorada, Thiago Galhardo se enrolou e chutou à direita do gol americano. Na terceira cobrança mineira, Daniel Borges isolou a cobrança que teve. Na sétima batida gaúcha, Uendel também mandou a bola por cima da meta. 

Após a classificação americana, confusão. Rodrigo Lindoso e Andrés D'Alessandro eram os mais exaltados da parte colorada, enquanto Lisca provocava os rivais. 

O que vem por aí

Na semifinal da Copa do Brasil 2020, o América-MG enfrentará o Palmeiras, em datas ainda não definidas, mas nas duas últimas semanas de dezembro. Pela Série B, no próximo sábado (21), às 16h30, o Coelho enfrenta o Operário. Eliminado, o Internacional enfrenta o Fluminense. no Campeonato Brasileiro, um dia depois, às 18h15.

VAVEL Logo