Com 21 desfalques, Abel Ferreira assume culpa por derrota do Palmeiras
Abel Ferreira após Goiás 2 x 0 Palmeiras (Foto: Reprodução / TV Palmeiras)

Tudo se encaminhava para um 0 a 0 xoxo no Hailé Pinheiro no último sábado (21). Em jogo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro 2020, entretanto, Miguel Figueira marcou um golaço e fez o gol do Goiás na vitória contra o Palmeiras. Na visão de Abel Ferreira, técnico palestrino, o resultado foi injusto pelo que as duas equipes apresentaram.

Destacando alguns lances chaves da peleja, o técnico lamentou o resultado do Palmeiras. "Fomos infelizes por todas as incidências. Não merecíamos ser penalizados. É futebol. Temos que aceitar e seguir em frente. Não tenho nada a dizer aos meus jogadores: procuraram fazer o melhor diante de todas as contrariedades. Fomos penalizados pelas circunstâncias. Foram muitas incidências hoje no jogo, controlamos umas e outras não. O futebol tem fatores aleatórios. Começamos muito bem o jogo, tivemos chance com 10 segundos. Infelizmente, tivemos a lesão do Luiz Adriano e depois a expulsão do Mayke, mas a equipe acabou por se reajustar e com menos um jogador tinha sido inteligente.  adversário não criou uma oportunidade fora o gol que fez. Foi um grande gol. Tivemos nossas oportunidades. Sinceramente, foi um resultado 'penalizador' para nós. Não íamos ganhar sempre, um dia isso ia acontecer", destacou Abel Ferreira.

Culpa?

O Palmeiras tinha nada mais, nada menos que 21 desfalques para o jogo de hoje. Com dezessete atletas testando positivo para coronavírus, Zé Rafael suspenso e Felipe Melo, Wesley e Luan Silva lesionados, é natural que o treinador responsabilizasse tais situações pela derrota.

Abel Ferreira, entretanto, tratou de trazer o ônus do tropeço contra o Goiás para si. "Não faço magia. Sem treino é difícil. É esperar que os jogadores deem o melhor de si. Gabriel Menino chegou hoje. Fabrício chegou hoje e sequer treinou com a equipe. Mas estamos aqui. Não vou fugir. O responsável sou eu e tudo que aconteceu hoje é culpa minha", finalizou o técnico.

VAVEL Logo