Time misto do Palmeiras supera Delfín e encaminha classificação na Libertadores 
Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

A caminhada do Palmeiras no mata-mata da Libertadores começou com o pé direito. Com superioridade, o alviverde construiu um 3 a 1 sobre o Delfín em Manta (Equador), nesta quarta-feira (25), no primeiro confronto das oitavas de final.

A decisão da vaga será no dia 2 no Allianz Parque, em São Paulo. Quem avançar pega nas quartas Jorge Wilstermann (Bolívia) ou Libertad (Paraguai).

Só deu Palmeiras no primeiro tempo

Desfalcado por conta de lesionados e infectados pela Covid-19, o Palmeiras entrou com o lateral direito Mayke improvisado na esquerda e Gabriel Menino mais avançado no meio de campo atacando pela direita. E foi justamente por ali que saiu o primeiro gol - o camisa 25 recebeu e chutou cruzado para abrir o placar.

Ainda no primeiro tempo, o Palmeiras ampliou após pênalti de Nazareno em Lucas Lima. Rony foi para a bola e chapou de pé direito, no canto esquerdo, sem chances de defesa para o goleiro. Este foi o terceiro gol dele na Libertadores.

O camisa 11 quase ampliou quando ficou cara a cara com Banguera, mas chutou fraco e goleiro evitou o terceiro gol com a perna direita. Dominado, o Delfín fez a primeira substituição logo aos 37 minutos, quando sacou Mera e colocou Benitez em campo.

Delfín acorda, mas Weverton salva

O intervalo fez bem ao Delfín, que no início do segundo tempo assustou o Palmeiras. O time que não havia finalizado até então fez o goleiro Weverton defender três bolas em 10 minutos. Em uma delas, Charles Vélez tentou um gol olímpico que só não entrou porque o arqueiro espalmou para escanteio.

O alívio do Palmeiras saiu dos pés de Zé Rafael. O camisa 8 dominou dentro da área, limpou dois adversários e chutou de canhota, no canto do goleiro Banguera.

Com a vantagem, Abel Ferreira realizou quatro substituições na reta final da partida e ainda viu o time equatoriano descontar em jogada de bola parada que desviou no volante Ramires e entrou no gol.

Classificação e próximos jogos

Palmeiras e Delfín voltam a se enfrentar na quarta-feira (2) no Allianz Parque e o alviverde pode perder por até dois gols de diferença. Caso os equatorianos vençam por 3 a 1 haverá disputa de pênaltis.

Antes disso, no sábado (28), o alviverde recebe o Athletico-PR pelo Brasileirão e os equatorianos encaram o Independiente del Valle pelo campeonato local.

VAVEL Logo