#EntrevistaVAVEL: Daniel Bagaceira fala sobre expectativa no Campeonato Piauiense e Série D
Foto: divulgação/River PI

Em entrevista para a VAVEL Brasil, Daniel Bagaceira, lateral do River-PI, comenta sobre as dificuldades que enfrentou na base, testes em vários clubes, até a sua chegada ao time profissional do River nesta temporada. Além disso, o acesso e sondagens de outros clubes foram pautas importantes citadas na entrevista.

Ao falar do começo, Bagaceira lembra que passou por muitos percalços ao longo da sua trajetória, diz que seu irmão Robinho, o amigo Carlinhos e o seu empresário foram os alicerces para construir a sua jornada até o River-PI.

Daniel Bagaceira: "Em 2017 meu irmão que mora no Rio de Janeiro conseguiu alguns testes para min no Rio, apesar das dificuldades eu fui. Saindo do interior do Maranhão em busca do meu sonho, eu nunca havia feito testes, não tinha base e isso se tornou mais um complicador. Fiz testes no Botafogo, Fluminense e Madureira e não conseguir passar e voltei pro interior. Em muitos momentos faltou dinheiro, meu irmão faltava trabalho pra me levar ao médico, entre outras situações que eu carrego comigo até hoje."

A primeira oportunidade no futebol

Uma grande parte dos atletas profissionais passam por percalços ao longo da sua formação, dificuldades financeiras, precariedade nos treinamentos, bairros com alta taxa de criminalidade e etc. Apesar disso, Bagaceira vem superando e crescendo no futebol. Ele comentou sobre a sua primeira oportunidade

Daniel Bagaceira: "A minha primeira experiencia em clube foi no Ferroviário-PI em 2019 na cidade de Parnaíba, fiz algumas avaliações  e consegui passar pra treinar na base do clube. Jogamos o Piauiense e chegamos até a semifinal, enfrentamos o River-PI e eu fui um dos destaques daquela partida. Um período após a partida o coordenador do River-Pi me ligou fazendo um convite para jogar no time e logo de imediato aceitei." 

A estreia no profissional em um jogo importante

Por ser jovem era esperado que Bagaceira fosse entrando de forma gradual no time profissional, mas o atleta passou a frente de atletas experientes e a sua estreia ocorreu na primeira rodada do Brasileirão Série D, diante do Sinop como titular da equipe do Piaui.

Daniel Bagaceira: "Fiquei muito felizo técnico me deu a notícia e quase não acreditei naquele momento. Todos da equipe sempre me passaram muita confiança, acreditam no meu potencial e na evolução do meu futebol. Infelizmente eu fui expulso, mas o técnico conversou comigo e pediu pra eu me preparar pros próximos jogos, pois ele contava comigo pra competição." 

O ano de 2020 é completamente atípico devido a Pandemia por Covid-19, o calendário teve de ser remodelado e os jogos estão sendo um atrás do outro, com pouco tempo de descanso para os atletas. O River-PI esta jogando o Campeonato Brasileiro Série D e Campeonato Piauiense ao mesmo tempo, o Daniel falou comentou sobre isso.

Daniel Bagaceira: "O clube tem dado todo o suporte pra nós jogadores. Durante um período eu voltei pra casa, fiquei treinando sozinho pra manter a forma física e voltar da melhor maneira possível. O treinador e a comissão médica tem conversado bastante com a gente, estamos nos cuidando e todos estão preparados pra jogar. O tratamento é igual para todos, somos uma família e temos o pensamento de que ninguém é reversa, todos são fundamentais pra alcançarmos os nossos objetivos o acesso e o título."

A boa temporada e o reconhecimento do trabalho feito. Apesar da temporada não ter acabado, muitos clubes estão em busca de revelações e boas opções no mercado pra próxima temporada, principalmente aqueles atletas que se destacam e os contratos encerram ao termino da temporada.

Daniel Bagaceira tem contrato com o River-PI até o final da Série D e vem recebendo sondagens de diversos clubes, entre eles Avaí e Juventude, dois dos mais tradicionais do nosso país.

Daniel Bagaceira: "Chegaram algumas sondagens e eu li algumas coisas na mídia também que trouxeram até mim. Juventude e Avaí que falaram, eu fico muito feliz com essas informações, pois é um reconhecimento do nosso trabalho, mostra que estou no caminho certo, mas eu deixo tudo nas mãos do meu empresário, eu estou focado no River e nas competições que estamos disputando."

O River-PI é vice líder do grupo A2 na Série D do Campeonato Brasileiro e esta classificado pra próxima fase da competição e no Piauiense o time precisa ganhar os jogos restante e torcer por outros resultados pra avançar ao mata-mata. 

VAVEL Logo