Com show de Léo Ceará, Vitória goleia o Paraná no Durival Britto
Paraná 1 a 4 Vitória (Rui Santos / Paraná Clube / Divulgação)

Uma goleada poucas vezes é esperada em um confronto. Quando quem vence por uma larga margem é o visitante, então, a situação torna-se ainda mais especial. E foi isso que aconteceu no Durival Britto na última terça-feira (1º). Sem tomar conhecimento do Paraná, o Vitória fez 4 a 1 no Tricolor pela 25ª rodada da Série B.

Mais resguardado, o 4-3-1-2 de Rodrigo Chagas mostrou-se mais efetivo que o 4-2-3-1 de Rogério Micale. A equipe da casa teve 55% de posse de bola, chutando dezoito vezes a gol - contra onze dos rivais. A efetividade, como já dito, foi a chave da vitória: apesar de chutar bem menos, o Vitória teve o mesmo número de finalizações corretas que o adversário na Vila Capanema: cinco.

Começo animado

Logo aos três minutos, Thiago Alves rolou para Matheus Matias no comando do ataque, mas Ronaldo se esticou bem para fazer a defesa. O Vitória chegou pela primeira vez aos 11. Vico cobrou falta da intermediária direita e Thiago Lopes não conseguiu centrar a cabeçada. Aos 20, se ele iniciou a jogada de perigo, Vico marcou o primeiro gol da peleja em nova cobrança de falta - essa direta para o gol, finalizada no lado direito.

O Paraná começou a arriscar mais. Ainda no primeiro tempo, Thiago Alves, Karl, Matheus Matias e Renan Bressan finalizaram, mas não conseguiram alterar o placar. 

Goleada consumada

O Vitória ensaiava mais gols no começo da segunda etapa. Aos três minutos, Léo Ceará arriscou de longe e Filipe defendeu bem. Com 18, Lucas Cândido tabelou com Vico e saiu na cara do gol, mas a arbitragem, de maneira errada, assinalou impedimento - na Série B 2020 o VAR não é utilizado. Quatro minutos depois, entretanto, não teve jeito. Léo Ceará adentrou a área, foi derrubado por Philipe Maia e ele mesmo cobrou no cantinho direito, rasteiro.

Três minutos depois, mais um - agora, contra. Lucas Cândido cruzou da esquerda e Jean Victor, tentando cortar, colocou contra o próprio patrimônio. O Paraná tentou reagir, ainda que tardiamente. Aos 32, Andrey recebeu de Guilherme Rend no lado direito da área e finalizou para boa defesa de Ronaldo. O tento de honra paranista foi marcado aos 41 minutos: Vitinho Mesquita recebeu na esquerda de Léo Castro e, após chute cruzado, venceu o arqueiro do Nêgo.

Faltava o gol que confirmaria a goleada. Ele veio aos 46 do segundo tempo. Em jogada individual de Leonardo Leocovick, Léo Ceará recebeu do lateral-esquerdo e chutou no ângulo esquerdo da meta paranaense.

Próximos jogos

Na próxima rodada da Série B 2020, as duas equipes atuam na próxima sexta-feira (04). O Paraná viaja para enfrentar a Ponte Preta, às 21h30, enquanto o Vitória recebe o Confiança, às 19h15.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo