Marcos Paulo dá show, Fluminense vira sobre Athletico e chega ao G-4
Foto: Mailson Santana/ Fluminense FC

Na noite deste sábado (5), o Fluminense recebeu o Athletico no Maracanã em duelo válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor chegou na partida após empate em casa contra o Bragantino e precisava da vitória para chegar no G-4, enquanto o Furacão vem de derrota para o River Plate e eliminação da Libertadores, o time chegava precisando da vitória para se afastar do Z-4. Então, com cada tendo sua meta, quem levou melhor foi o time carioca, que venceu por 3 a 1.

Com início de partida muito intenso com gol marcado pelo Athletico e pênalti perdido por Nenê, o Tricolor conseguiu ser superior toda partida e com a expulsão de Thiago Heleno no meio da primeira etapa, o furacão não teve mais chances na partida. 

A partida começa muito movimentada

Logo aos 3 minutos o Fluminense teve sua primeira chance de perigo. Após finalização de Marcos Paulo, Santos faz grande defesa e Michel Araújo ainda divide com Erik em cima da linha mas a bola sai para escanteio. A resposta do Athletico veio dois minutos depois, no contra-ataque do escanteio Richard sai cara a cara com Marcos Felipe mas é travado na hora do chute. 

Aos 9 minutos o furacão chegou mais uma vez com perigo e dessa vez conseguiu abrir o placar. Após boa jogada pela esquerda, Abner cruza rasteiro em direção a marca do pênalti e Cittadini finaliza sem chances para Marcos Felipe. Logo após sofrer o gol, o Fluminense foi para cima do Athletico. E aos 12 minutos, Nenê finaliza de fora da área e bola bate na mão de Thiago Heleno e o árbitro marca pênalti para o Tricolor. O próprio Nenê foi para a bola, bateu fraco no canto e Santos conseguiu fazer a defesa. 

 O Fluminense seguiu pressionando e aos 25 minutos, Michel Araújo faz boa jogada e finaliza forte. Santos faz boa defesa mas Marcos Paulo fica com o rebote e toca para Nenê empatar a partida. 

Aos 31, Kayzer tenta finalização mas é travado pela zaga. No contra-ataque, Marcos Paulo acerta lindo passe para Araújo que mesmo dominando errado consegue finalizar e Santos faz a defesa. 

O Tricolor seguiu dominando a partida e na tentativa de contra-ataque, Thiago Heleno faz falta em Araújo e recebe o segundo amarelo e é expulso. Após a expulsão, Autuori fez sua primeira substituição. Saiu Wellington para a entrada do zagueiro Zé Ivaldo. 

Após a expulsão o Tricolor seguiu melhor na partida, mas sem criar grandes chances de perigo e o primeiro tempo terminou 1 a 1. 

Estatísticas do primeiro tempo FLU x CAP: 

  • Posse de bola: 64% x 36%
  • Finalizações: 12(8) x 5(1) 
  • Escanteios: 5 x 2 
  • Cartões Amarelos: 2 x 3
  • Cartões Vermelhos: 0 x 1 

Após a volta do intervalo, o Fluminense seguiu com amplo domínio da partida. Logo nos primeiros minutos, Marcos Paulo teve sua primeira chance e chute desviou na zaga e saiu para escanteio. Aos 14 minutos Odair fez suas primeiras substituições, saíram Michel Araújo e Wellington Silva para a entrada de Ganso e Felipe Cardoso. 

Com essas substituições, Odair abdicou da velocidade para ter três meias com maior qualidade no passe para buscar espaços na zaga do Athletico. Aos 23 minutos, após rebote no escanteio, Ganso faz lindo lançamento para Egídio que opta por cruzar e não finalizar e Santos fica com a bola. 

Aos 25, Paulo Autuori fez mais duas substituições para tentar arrumar o time do Athletico, saíram Kayzer e Carlos Eduardo para a entrada de Canesin e Alvarado. Com as substituições, o furacão perdeu mais opções de velocidade e no ataque, deixando somente o Walter na frente. 

Aos 27, Após tanto insistir o Fluminense conseguiu chegar ao gol da virada. A zaga tirou de cabeça, mas a bola caiu no pé de Marcos Paulo que tirou do goleiro e marcou um golaço para virar a partida. 

Mesmo com a vantagem no placar, o Fluminense seguiu controlando a partida e dois minutos após o gol, Marcos Paulo recebeu cobrança de escanteio na entrada da área, dribla o zagueiro e finaliza cruzado e amplia o placar.

Aos 35 minutos, o Athletico chegou no ataque pela primeira vez na segunda etapa e não levou perigo ao gol de Marcos Felipe. Odair mexeu no time mais uma vez, entrou Luiz Henrique no lugar do meia Nenê. 

O Fluminense seguiu dominando e buscando o gol, mas não conseguiu furar a zaga do furacão de novo e não criou chances de perigo. Odair ainda tirou Hudson e Marcos Paulo para a entrada de André e Miguel. O Tricolor ainda teve uma chance de gol após falta sofrida por Miguel perto da área pela esquerda. O próprio bateu a falta e Ganso desviou para fora. 

Estatísticas do segundo tempo FLU x CAP: 

  • Posse de bola: 73% x 27%
  • Finalizações: 15(5) x 0
  • Escanteios: 10 x 0 
  • Cartões Amarelos: 2 x 1 

Classificação e Próximos jogos

Com a vitória de hoje, o Fluminense conseguiu chegar aos 39 pontos e ocupa a 4° colocação na tabela, mas ainda pode ser ultrapassado por Internacional e Grêmio que jogam amanhã. Na próxima rodada, o Fluminense tem pela frente o clássico contra o Vasco. 

O furacão se manteve com 28 pontos, na 12° colocação mas podendo terminar a rodada na 15° colocação. Na próxima rodada o Athletico enfrenta o vice líder Atlético-MG em casa e precisa da vitória para tentar abrir vantagem do Z4. 

VAVEL Logo