Em jogo truncado e na bola parada, Cruzeiro vence Vitória no Barradão
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Na noite desta sexta-feira (11), o Cruzeiro venceu o Vitória por 1 a 0, no Barradão, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, com gol do zagueiro Ramon aos 44 minutos do primeiro tempo. O resultado colocou a Raposa na 11ª colocação com 38 pontos, enquanto o Vitória caiu para 14ª colocação com 33 pontos.

Formação tática

O Vitória de Mazola Júnior entrou em campo no 4-4-2, com e sem a bola, formando duas linhas de quatro compactas e mais dois atacantes na área. Para neutralizar o ataque do Cruzeiro, o mandante organizou uma marcação mista, ou seja, o jogador obedece a sua zona de atuação, mas pressiona o portador da bola que estiver próximo dela. Quanto ao ataque, pressionou os lados do campo e utilizou a ligação direta para alcançar os atacantes o mais rápido possível.

O Cruzeiro de Felipão entrou em campo no 4-2-3-1 com a bola, mas quando entrava em modo de defesa, igualava a equipe com o mandante no 4-4-2, formando as mesmas linhas compactas para não dar espaço ao adversário, além de pressionar a marcação da mesma forma que o adversário por encaixe, porém, com menos intensidade.

O ataque da Raposa se impôs com a bola longa igual ao Leão da Barra, mas com três atacantes que trocavam de posição, principalmente o experiente Rafael Sóbis que jogou como falso 9, praticamente de segundo atacante quando invertia com o Arthur Caike.

Leão da Barra buscou resultado, mas...

A partida iniciou com intensidade do Vitória, que buscou atacar os corredores para obter espaço dentro da área. No entanto, apenas aos 13 minutos do primeiro tempo que o mandante surpreendeu o gol de Fábio, que precisou fazer uma bela defesa na cobrança de falta venenosa do atacante Vico.

Entretanto, a bola só entrou aos 44 minutos numa cobrança de escanteio, segundos depois do goleiro Ronaldo precisar ser substituído pelo goleiro reserva Yuri, garoto da base de 19 anos que estreou na fogueira pela equipe profissional, após ter sentido uma lesão na coxa esquerda que não permitiu a continuidade do jogador em campo. O escanteio foi cobrado na medida pelo meia Filipe Machado para o zagueiro Ramon, ex-Vitória, abrir o placar de cabeça.

Aos 26 minutos do segundo tempo, o meia Luan Cândido recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida, apesar disso, o Cruzeiro não aumentou o placar e se deu o direito de assistir à organização defensiva do Vitória que tentava sair em velocidade pelos corredores e com ligação direta, mas com bastante ineficiência e dificuldade para empurrar a defesa da Raposa com um a menos dentro de campo.

Próxima partida

Na próxima terça-feira (15), o Vitória enfrenta o Juventude, às 21h30, no Barradão, enquanto o Cruzeiro enfrenta o CSA, no Mineirão, no mesmo dia e horário, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo