Para Mancini, ‘1 a 0 foi até pouco’ diante do São Paulo
Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Após vitória do Corinthians no majestoso, diante do São Paulo por 1 a 0 (Otero), na Neo Química Arena, pelo Brasileirão Série A, o treinador Vagner Mancini concedeu entrevista coletiva.

Mancini admitiu que usou o tabu do Corinthians diante do São Paulo em Itaquera para motivar seus jogadores:

“Foi usado sim o tabu, o fato de não ter perdido, porque acho que é parte do jogo incentivar, fazer com que eles se superem, para que isso se torne rotina. Enquanto estivermos aqui, queremos vencer todos os adversários, especialmente um rival”, disse o técnico, que fez seu primeiro clássico sob o comando da equipe.

Para o treinador, o 1 a 0 foi até pouco considerando o tanto que o Corinthians produziu:

"Hoje, 60 dias depois da minha chegada, vejo uma equipe jogando diante do líder com personalidade, imposição, atitude, uma equipe que marcou bem, que não teve medo de marcar adiantado, dificultou a saída de bola, tirou a confiança do São Paulo. Duas vezes eles escaparam, depois corrigimos. No segundo tempo, Diniz mexeu e tornou o time de mais posse, mas conseguimos fazer a marcação e neutralizar um adversário tecnicamente muito bom. Em alguns momentos tivemos que abaixar as linhas, mas em todo jogo tivemos as oportunidades. O 1 a 0 foi até pouco pelo o que eu vi no jogo”, avaliou Mancini.

Competência contra os líderes

O Corinthians já havia vencido o líder dentro de sua casa em outra oportunidade – o Internacional, pela 19ª rodada – além de conseguir vencer o líder do Campeonato novamente – dessa vez, o São Paulo – a equipe chegou ao quarto jogo consecutivo sem tomar gol e quebrou uma sequência de 17 jogos de seu rival.

“É a segunda vez que o Corinthians joga em casa contra o líder e consegue vencer, ainda quebrou uma invencibilidade, então isso é requisito para fortalecer o que vem sendo feito, é o quarto jogo que não toma gol, então você vê uma equipe organizada, que não toma gols, o jogo do Corinthians tem que ser esse. Sabemos que o patamar tem que ser outro. Essa vitória nos dá a possibilidade de sonhar um pouco mais no campeonato, estamos distantes do grupo da frente, mas vamos buscar jogo a jogo nos afastarmos do que nos incomoda e seguir sonhando”,  destacou o comandante alvinegro.

Vagner Mancini foi persistente ao falar do placar, alegando que a equipe deveria ter feito mais gols, deixando o jogo mais tranquilo:

“Tivemos oportunidades de ouro e pecamos, por isso o jogo foi difícil até o final, poderíamos ter feito o segundo gol ainda no primeiro tempo ou até no início do segundo. Acho que quem tem a competência de um bom trabalho ao longo da semana a sorte vai jogar junto, na maioria das vezes vai estar do lado. A partir do momento que você se organiza, que você tem a confiança necessária para realizar tática e tecnicamente a jogada, a sua tomada de decisão ela não melhora no jogo a jogo, mas sim no treinamento, quando você prepara alguns tipos de treinos para o jogador ter na tomada de decisão na hora do jogo a melhor saída”, completou o treinador.

VAVEL Logo