Cano evita derrota contra o Fluminense e Sá Pinto cobra: "Não é justo depender só dele"
Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

O sonho do Fluminense de voltar ao G-4 do Brasileirão esteve perto de se concretizar no último domingo (13). Welington Silva abriu o placar no clássico diante do Vasco, mas deixou a vitória escapar nos acréscimos ao levar um gol de Cano e caiu para o sétimo lugar.

"O Vasco não merecia perder, lutamos até o fim. Temos que seguir trabalhando todos unidos, juntos, para superar este momento temos que ajustar algumas coisas, tentar não sofrer gols porque lá na frente em algum momento vamos marcar. Precisamos seguir trabalhando assim"  declarou o atacante Germán Cano após o apito final em São Januário.

"O Vasco não merecia perder, lutamos até o fim. Temos que seguir trabalhando todos unidos, juntos, para superar este momento temos que ajustar algumas coisas, tentar não sofrer gols porque lá na frente em algum momento vamos marcar. Precisamos seguir trabalhando assim", completou Cano.

No primeiro jogo sem Odair Hellmann, que aceitou proposta do futebol árabe, o técnico Marcão apostou na base que vinha jogando e o Fluminense começou melhor. Na primeira chance Marcos Paulo arriscou de fora da área, mas Fernando Miguel encaixou. Na sequência, Nenê apareceu na ponta direita, inverteu a jogada e como a defesa do Vasco cortou mal, Wellington Silva chutou de pé direito no canto do goleiro cruzmaltino.

Com a proposta de jogo mais definida, o Fluminense quase ampliou com Michel Araújo ainda no primeiro tempo, mas Fernando Miguel fechou o ângulo e a bola saiu pela linha de fundo. O uruguaio ainda chegou mais duas vezes na área, porém faltou precisão nas cabeçadas.

Enquanto isso o Vasco também levou perigo pelo alto quando Jadson desviou escanteio cobrado por Benítez. Gustavo Torres e Vinícius arriscaram de fora da área, mas ambos erraram o alvo.

No segundo tempo Marcão precisou tirar Hudson, que sentiu lesão e cedeu a vaga para Yago Felipe. Insatisfeito com a derrota parcial, Sá Pinto colocou em campo Henrique, Carlinhos e Talles Magno. O último quase empatou em chute colocado de fora da área que explodiu no travessão de Marcos Felipe. Ele teve outra chance na marca do pênalti, de frente para o gol, mas pegou mal na bola e ela subiu demais.

Na reta final da partida os argentinos decidiram o jogo para o Vasco. Na primeira tentativa, Léo Gil cruzou e a cabeçada de Cano passou à esquerda de Marcos Felipe, mas na outra o meio-campista chutou de longe e a bola parou no pé do artilheiro, que infiltrou no meio da zaga e ficou cara a cara com o goleiro para empatar o jogo em São Januário.

Classificação e próximos jogos

Sétimo colocado no Brasileirão, o Fluminense soma 40 pontos e volta a campo na quarta-feira (16), quando encara o Atlético-GO, que ocupa a 12ª posição.

Já o Vasco terá mais dias para se recuperar, visto que o jogo diante do Santos é apenas no domingo (20) na Vila Belmiro. O time paulista chegará mais desgastado porque durante a semana enfrenta o Grêmio pela Libertadores.

VAVEL Logo