Felipão elogia evolução do Cruzeiro mas mantém cautela ao falar do acesso: "Tem que correr atrás do prejuízo"
Foto: Cruzeiro/Divulgação

Nesta terça-feira (15), Cruzeiro e CSA se enfrentaram pela 29ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No Independência, os times ficaram no empate por 1 a 1. Os gols da partida foram marcados por Pedro Lucas (CSA) e, Rafael Sóbis (Cruzeiro).

Após o duelo, o técnico Luiz Felipe Scolari cedeu coletiva de imprensa e comentou sobre o equilíbrio da partida.

"Foi um jogo equilibrado. Tivemos as melhores chances no início do segundo tempo. O goleiro do CSA fez defesas espetaculares. Depois, quando empatamos, o Fábio fez defesas espetaculares. Então não posso dizer que o resultado de hoje a gente possa lamentar. Na soma geral, o empate foi o mais correto para as duas equipes", afirmou.

Quando questionado sobre o desempenho da equipe, Felipão mostrou otimismo e confirmou que observa evolução e dedicação dos atletas.

"Sim, eu vejo (evolução), tanto é que os pontos estão traduzindo essa evolução. São 13 jogos e 26 pontos, média de dois pontos por jogo. Imagine onde estariámos se tivéssemos essa média de pontos quando chegamos aqui? Então é uma evolução, é uma situação nova. Os jogadores têm se dedicado e colaborado no sentido de termos um esquema de jogo bem elaborado para determinados jogos. A gente tem que correr atrás do prejuízo anterior, que era de 13 pontos em 16 jogos."

Novamente, o treinador adotou o discurso cauteloso ao se referir aos objetivos da Raposa e afirmou que a prioridade é somar os pontos necessários para escapar do rebaixamento.

"Dentro do que nós planejamos, quando aqui chegamos, está bom, porque já temos 39 pontos e acreditamos que com mais três ou quatro saímos da zona de série C. Pronto, é a primeira parte. Depois vamos pensar na segunda parte, quando tivermos essa oportunidade."

 

VAVEL Logo