Com erro de arbitragem no fim, América-MG busca empate diante da Chapecoense
Jogo termina empatado no Independência (Foto: Mourão Panda/América-MG)

No duelo dos líderes da Série B do Campeonato Brasileiro, o América-MG ficou no empate em 2 a 2 com a Chapecoense, em jogo válido pela 30ª rodada, disputado nesse domingo (20), no Independência.

A partida deverá gerar polêmicas nos próximos dias devido a um gol anulado nos últimos segundos em favor do Coelho, o que garantia a vitória e a liderança da competição.

Com o resultado, o América-MG permanece em 2° lugar, com 57 pontos. A Chape também permanece líder, agora com 59 pontos.

Equilíbrio no primeiro tempo e Coelho dono da etapa final

América-MG e Chape protagonizaram um jogo bastante equilibrado na primeira etapa, embora a boa posse de bola dos catarinenses (62%), segundo o Sofascore. Colocaram à prova as melhores táticas e estratégias. E, para furar esses esquemas, seria necessária uma jogada de efeito de ambos os lados.

O que ocorreu só aos 39 minutos, quando o atacante Aylon abriu o placar para os visitantes. Visando a liderança, o técnico Lisca lançou o atacante Léo Passos e o meia Alê para o segundo tempo.

Mudanças essas, que mudaram a tendência do jogo. O América-MG foi o time da maior posse de bola (59%) e que mais pressionava o adversário. Foram 12 finalizações contra apenas duas da Chape.

E, diante desse ímpeto, o Coelho empatou logo aos oito minutos, com o atacante Felipe Azevedo. Em meio a tanta assertividade, o zagueiro Sabino, que entrou no lugar do atacante Rodolfo, falhou no primeiro toque na bola que se originou no gol da virada do atacante Bruno Silva.

Com base nos vários erros de Sabino em oito minutos que ele ficou no campo, Lisca o sacou para a entrada do atacante Marcelo Toscano. Num outro fato bizarro, o América-MG chegou a empatar o jogo com Alê, porém ele atingiu a bola com a mão, tendo o gol anulado pela arbitragem. O jogador ainda foi advertido com um amarelo.

Ainda bastante ofensivo, o Coelho empatou com o zagueiro Anderson, em cobrança de escanteio, aos 43 minutos. E, já no último minuto, Ademir chegou a virar o jogo, mas o bandeira acabou assinalando impedimento, num lance bastante polêmico que poderia ter coroado o América-MG com a liderança.

Próximos compromissos

Agora, o América-MG vira a chave visando o primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (23), os comandados de Lisca irão jogar contra o Palmeiras, no Allianz Parque, às 21h30 (de Brasília). Já a Chape terá bastante tempo para se recompor. O time catarinense volta a jogar somente na segunda-feira (28), em casa, quando encaram o Paraná Clube.

VAVEL Logo