Perto do acesso, Chapecoense recebe Brasil de Pelotas na Série B
Foto: Márcio Cunha/Chapecoense

O desejo de disputar a Série A do Brasileirão está cada vez mais próximo de se concretizar para a Chapecoense, que lidera a Série B com 62 pontos e neste domingo (3) estreia em 2021 jogando diante do Brasil de Pelotas na Arena Condá.

No primeiro turno, em outubro de 2020, o Brasil de Pelotas vendeu caro a derrota - 1 a 0 com gol de Luiz Otávio nos acréscimos do segundo tempo. 

Contagem regressiva para a Chapecoense

O técnico Umberto Louzer reluta quando é questionado sobre título, visto que matematicamente a Chapecoense ainda não garantiu o acesso, mas a campanha permite o clube catarinense sonhar alto neste ano. Uma vitória seria suficiente para confirmar a volta à divisão principal do futebol brasileiro.

Recuperados de lesão após desfalcarem o time durante a semana, Anderson Leite e Alan Santos estão relacionados para a partida. Operado, Busanello é uma das ausências.

"Avançamos mais uma barreira e terminamos o jogo sem sofrer gols. Ainda temos sete jogos pra cumprir. Temos que respeitar o adversário, mas sabemos que precisamos tomar as iniciativas ofensivas. Jogamos em casa e vamos tentar vencer", comentou Louzer após a vitória sobre o Paraná que aumentou para sete a sequência de invencibilidade do Verdão do Oeste na Série B.

Provável escalação da Chapecoense: João Ricardo; Matheus Ribeiro, Felipe Santana, Derlan e Roberto; Willian Oliveira, Anderson Leite e Aylon; Mike, Anselmo Ramon e Paulinho Moccelin.

Expectativa no Brasil de Pelotas

Décimo colocado, o time gaúcho também vive um bom momento - três vitórias nos últimos quatro jogos. A campanha permite sonhar matematicamente com o acesso, mas para que isso aconteça é necessário manter o desempenho atual e torcer por uma combinação de resultados.

"Teremos um jogo difícil, diante de um time muito forte", resumiu o técnico Cláudio Tencati. Ele não poderá contar com Bruno José, diagnosticado com a Covid-19.

Provável escalação do Brasil de Pelotas: Matheus Nogueira; Felipe Albuquerque, Diego Ivo, Heverton e Alex Ruan; Sousa, Bruno Matias, Rafael Vinicius e Matheus Oliveira; Matheuzinho e Luiz Henrique.

VAVEL Logo