Cuca e Marinho reclamam de pênalti não marcado para Santos na Bombonera
Cuca em Boca Juniors 0 a 0 Santos (Ivan Storti / Santos FC)

O Santos visitou a temida Bombonera e conseguiu um importante empate contra o Boca Juniors, no jogo de ida da semifinal da Copa Libertadores da América 2020. Nesta quarta-feira (6), o Peixe ficou no 0 a 0 contra os xeneizes. Um lance, porém, não sai da mente da delegação santista: um suposto pênalti de Carlos Izquierdoz em Marinho aos 28 da segunda etapa. 

Técnico do Santos, Cuca ficou na bronca com o lance. Apesar de ter elogiado a atuação da equipe, ele também mostrou descontentamento com o resultado obtido.

"Jogamos até um pouco melhores com o Boca, e não é fácil. Tivemos um lance decisivo, que foi o pênalti não marcado. O Marinho sofre o pênalti no alto e no chão. Poderia ter decidido a partida a nosso favor. Jogo bem jogado que poderíamos ter ganho. Empate não é vantagem. O 0 a 0 é pênalti, outro empate é Boca. Esse empate é mais favorável ao Boca Juniors. A vantagem é que viemos na Bombonera com dois que jogaram aqui. E agora eles vão na maior vila do mundo enfrentar a gente".

Protagonista do lance, Marinho falou, em entrevista à Fox Sports - embora tenha exaltado o empate.

"Fui tocado dentro da área. Não sei porque árbitro não foi olhar o vídeo. Tranquilo, o importante é conseguir um resultado aqui. Poderíamos ter vencido, mas jogar contra o Boca é muito difícil. O importante é não perder. Fizemos grande jogo, queríamos a vitória, mas o empate é bom resultado e temos que fazer um grande jogo em casa", destacou Marinho.

O árbitro da partida foi Roberto Tobar, chileno.

Jogo de volta

Para Cuca, a segunda partida semifinal tem que ter atuação semelhante a do jogo de ida. "Temos que jogar como jogamos hoje, com uma definição melhor. Equipe tradicional, mais experiente, e fomos melhores. Estou contente com a produção, mas queríamos e precisamos ter vencido. Libertadores é complicada. Continua tudo aberto, Boca fora de casa é perigoso e temos que tomar cuidado", finalizou o técnico do Santos.

A partida de volta acontece na quarta-feira (13), na Vila Belmiro, às 19h15. Antes, no domingo (10), o Santos visita o São Paulo, às 16h, pela 29ª rodada do Brasileirão 2020.

VAVEL Logo