Após acesso garantido à elite, Lisca mira a conquista do
título da Série B
Foto: Divulgação/América-MG

O América-MG empatou em 0 a 0 com o Náutico nesta terça-feira (12), nos Aflitos, e garantiu acesso antecipado à Série A do Campeonato Brasileiro. Em entrevista após a partida, o técnico Lisca afirmou que o objetivo é permanecer na primeira divisão.

Queria mandar um grande abraço ao torcedor do América. Agora dá pra dormir com os dois pés na Série A. Agora, aquilo que venho falando no clube, e até sugeri pra diretoria uma camisa: 'Bem-vindo, América, à Série A 2021, mas agora é pra ficar'. Nosso objetivo agora é ficar, é crescimento do clube, é dedicação total, pra parar agora com esse efeito de ir e voltar” disse.

E completou: “O América é um clube que tem condições totais de jogar uma Série A, permanecer e, quem sabe, almejar uma competição internacional, que seria muito legal pra todos nós”.

Lisca ressaltou que a prioridade do Coelho era o retorno à Série A e que isso foi possível graças a todo o clube, diretoria, funcionários, comissão e jogadores. Além disso, também citou a campanha do clube mineiro na Copa do Brasil, chegando até a semifinal.

Foi um ano muito duro, com tudo que aconteceu, um calendário muito apertado. A Copa do Brasil foi muito importante pra nós, mas em contrapartida nos desgastou demais, porque é uma competição que não é feita para times da Série B. Nos metemos ali como intrusos, com competência, porque faltam quatro rodadas pra terminar (a Série B), a Série A ainda faltam 10. (...) Não temos uma semana (cheia de treinos) há praticamente três meses. Maior mérito ainda do grupo de trabalho, do clube”.

Mais uma vez o treinador afirmou que o desejo de renovação é mútuo. Segundo ele, deve haver um final feliz, mas as negociações ainda estão em andamento.

A gente está conversando bem, já falei sobre isso. Toda vez que eu falo alguma coisa, sai de outra maneira. São perguntas feitas pra mim, mas muitas vezes parece que eu estou divagando sobre esse assunto. Estamos conversando bem, existe o interesse de ambas as partes, e tomara que dê um final feliz, pra gente dar sequência no trabalho”.

Com o acesso garantido, o América-MG agora briga pelo título da Série B. O Coelho é líder, mas vem sendo seguido de perto pela Chapecoense, que tem apenas um ponto a menos. Inclusive, Lisca aproveitou para parabenizar o Verdão do Oeste, que também se garantiu na elite do futebol.

Temos um novo objetivo, que é a briga pelo título. Nossa briga é contra a Chapecoense. Aproveito o espaço pra mandar um grande espaço pra toda a cidade de Chapecó, pro clube, que também está de volta à Série A, depois de ter caído em 2019. Um grande trabalho. (...) Acho que, merecidamente, o América e a Chapecoense estão na Série A, e agora vamos fazer uma briga bonita pelo título. Nós queremos, eles também querem, mas acho que está em boas mãos, independentemente de qual lado. Os dois vão fazer de tudo”.

Quando questionado se temia um desmanche no elenco e venda de atletas, como Ademir, Messias e Zé Ricardo, o comandante afirmou que os jogadores estão valorizados e que cabe a eles e ao América decidirem.

Não é uma questão de temor, é uma questão de valorização profissional. Futebol é assim, o mercado funciona assim quando um jogador se destaca, um clube se destaca. A gente teve vários destaques. Coletivamente, a gente foi muito forte e potencializou a individualidade. Esse foi sempre o mantra da nossa equipe. Faz parte da vida. Agora, cabe ao América e aos jogadores (definirem). Todos esses que você falou têm contrato. Contrato até o fim do outro ano, alguns têm mais. Muita competência também da diretoria, do Paulo Bracks, que não está aqui, está no Inter. Quem sabe o Paulo pode ser campeão da Série A e da Série B ao mesmo tempo. Seria bem legal pra ele, pra nós também, porque fazemos parte também desse crescimento do Paulo, como ele faz parte do nosso crescimento” encerrou.

Com 67 pontos, o América-MG é o líder da Série B e segue na briga pelo título. O próximo compromisso do Coelho é contra o Botafogo-SP, na sexta-feira (15). O duelo será no Independência, às 21h30.

VAVEL Logo