Caso Valdívia: Claudinei Oliveira acusa laboratório de tentar prejudicar
Avaí
Foto: Divulgação/Avaí

Em entrevista após o duelo contra o CSA, pela Série B do Brasileirão, o técnico Claudinei Oliveira acusou o laboratório que realizou os exames de Covid-19 dos jogadores do Avaí de tentar prejudicar o clube. Já que informaram no meio da partida, em Maceió, que o meia Valdívia havia testado positivo.

A empresa, Lufer Laboratório de Análises Clínicas, pertence a Lumário Rodrigues, superintendente de futebol do CSA.

A gente não pode fazer juízo de caráter de ninguém, mas nunca vi um resultado tão rápido. Tudo indica que o laboratório é do vice-presidente do CSA. Vamos fazer a contraprova, ver o que dá. Eles se comprometeram a entregar na segunda-feira, entregaram em tempo recorde, para tentar pegar alguma coisa do nosso time, tentar nos prejudicar de alguma forma. Tivemos a ética de tirar o Valdívia, poderia ter falado que não chegou a comunicação. Assim que soube, o Dr. Pedro (Araújo) orientou a tirar” disse Claudinei.

O comandante também afirmou que o Avaí pretendida fazer a coleta de material para a testagem no sábado, após a partida. No entanto, o laboratório informou que não seria possível.

Quando chegamos aqui falamos em fazer o exame logo que acabasse o jogo ou então no domingo cedo antes de sair. O laboratório disse que depois do jogo não trabalhavam, no domingo não conseguiria entregar em tempo. Para entregar na segunda teria que ser feito no sábado de manhã. Para nossa surpresa, veio a informação para o Dr. Pedro que o resultado tinha chegado. A pessoa se deslocou do laboratório até o estádio para dar informação”.

E completou: “Com o Santos aconteceu na Libertadores, mas foi saber depois do jogo, pode acontecer, pode ter acontecido até em jogos nossos. Jorginho (técnico do Figueirense), por exemplo, testou logo depois do clássico, quem sabe estava positivado no clássico, e a gente não sabia. Veio em tempo recorde, não sei se colocaram um motoboy no intuito de nos prejudicar”.

Marco Aurélio Cunha, diretor executivo do Avaí, também se manifestou e contou que o delegado da partida, Osvaldo Lourenço da Silva Junior, foi notificado do resultado positivo antes do médico do clube.

Meu único questionamento, a má fé, é o exame vir aberto. O delegado da partida não tem nada com isso. Não tem culpa, nada contra. Recebeu a informação e falou com o médico”.

Pedro Araújo, médico do clube, concordou com o que foi dito por Marco Aurélio: “A notícia foi durante o jogo, pelo coordenador da CBF. Sem nenhum documento, e o jogo seguiu. Recebemos o documento no intervalo. O que soa estranho é a brevidade do resultado e que o vice-presidente do CSA é um dos donos do laboratório”.

Laboratório rebate

Em entrevista ao "GE", Lumário Rodrigues disse que o exame seguiu o trâmite normal. E também afirmou que os clubes pedem urgência nos resultados.

O exame foi enviado ao supervisor Vinicius (Almeida). Mandei via WhatsApp perto das 16h38. Todos os exames juntos. Oito foram enviados, falta um. Normal, assim como fizemos com outros clubes, como o Juventude. Os clubes pedem urgência para saber se o jogador joga”.

A CBF determina que todos os jogadores inscritos na competição terão que ser testados a cada rodada, 72 horas antes de cada partida, inclusive os que não são relacionados. E em nota confirmou que o supervisor da partida foi informado por um profissional do laboratório.

Durante o primeiro tempo do jogo de hoje contra o CSA, o Supervisor da partida foi informado do resultado do exame por um profissional credenciado do laboratório responsável. Por zelo, comunicou ao médico do Avaí que, após confirmar o resultado do exame enviado pelo laboratório, tomou a decisão de retirar o atleta do jogo”.

Com o resultado do teste, Valdívia foi substituído por Renato e deve ficar isolado do restante do grupo, ainda em Maceió, por dez dias, até que faça novamente o exame e possa retornar a Florianópolis.

O próximo compromisso do Avaí é contra o Juventude, na próxima terça-feira (19), na Ressacada, às 19h15. O duelo é válido pela 36ª rodada da Série B. O Leão é o sétimo colocado, com 49 pontos, a seis da zona de classificação para a Série A.

VAVEL Logo