Palmeiras goleia Corinthians no dérbi e se aproxima de líderes no Brasileirão
Foto: Divulgação / Palmeiras

Festa em grande estilo no Allianz Parque. Em jogo válido pela 28ª rodada, o Palmeiras recebeu o arquirrival Corinthians para o primeiro dérbi do ano na noite desta segunda-feira (18). Em grande fase no comando técnico, os times de Abel Ferreira e Vagner Mancini queriam os três pontos para se aproximar dos livres do Brasileirão Serie A.

E deu goleada para os finalista da Libertadores e da Copa do Brasil. Com dois gols de Raphael Veiga e Luis Adriano, o Allianz Parque serviu como palco para o ótimo futebol jogado pelo Palmeiras de Abel Ferreira. A histórica goleada não acontecia no encontro desde 2004, quando o Palmeiras venceu o Corinthians no Morumbi pelo mesmo placar.

Distribuição tática

Abel Ferreira decidiu trazer um Palmeiras mais misto para o jogo, em um 4-1-4-1 com Weverton no gol, Luan e Kuscevic na zaga e Mayke e Viña nas laterais. Na volância, Danilo ajudava na parte defensiva enquanto William, Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga cuidavam da criação de jogadas. Lá na frente, Luis Adriano foi o homem do ataque.

Vagner Mancini decidiu repetir a escalação em 4-2-3-1 do último jogo contra o Fluminense - pela primeira vez no campeonato. Com Cássio no gol, a defesa foi formada por Fagner, Jemerson, Gil e Fábio Santos. No meio-campo, Cantillo e Gabriel  auxiliavam defensivamente, enquanto Gustavo Silva, Cazares e Matheus Vital criavam as jogadas para Jô finalizar lá na frente. 

Palmeiras domina  Corinthians no Allianz Parque e se aproxima dos líderes do Brasielirão

O jogo começou bem rápido, muito por conta da chuva torrencial que caia no Allianz Parque. Isso fez  as jogadas aéreas serem em maior número nos movimentos iniciais. A primeira chance apareceu aos 6 minutos e foi a favor dos visitantes. Gustavo Mosquito cobrou falta pela direita, e Jemerson subiu bem para cabecear e forçar Weverton a fazer ótima defesa. Porém, logo depois o Palmeiras respondeu com o chute de Luiz Adriano.

Apesar do interesse dos dois times em abrir o placar logo no início, o Palmeiras foi aos poucos colocando ordem na casa e dominando a partida. Quase abriu o placar aos 17, quando Gabriel Menino chutou  na trave de Cássio. O Corinthians reagiu, não deixando de pressionar. Tentou tirar o zero do placar com Gil, aos 26', e com Cazares, aos 31. 

Quando o jogo parecia melhorar para os visitantes, o Palmeiras abriu o placar. Willian ganhou no corpo de Gabriel, mandando na área para Raphael Veiga, que não desperdiçou. Aos 41, em mais uma bela jogada de Willian, o número 29 fez outra grande jogada e acionou Menino, que cruzou para Luiz Adriano. Porém, Fagner chegou dividindo e impediu  o segundo gol. Já aos 44, Willian recebeu em profundidade de Zé Rafael e desviou para Luiz Adriano ampliar. 

Os números do primeiro tempo só mostram que, apesar dos dois gols, o jogo continuava equilibrado. Com 53% de posse de bola, o alviverde acertou três das sete finalizações no gol de Cássio. Do outro lado, o time alvinegro acertou três de cinco chutes no gol de Weverton. 

Apagão do Corinthians no segundo tempo destaca ainda mais os pontos fortes do Palmeiras 

O Corinthians não voltou bem para o segundo tempo e isso foi perceptível logo no primeiro minuto, quando Jemerson quase fez gol contra após trapalhada com o goleiro Cássio. Logo em seguida, o goleiro teve que fazer grande defesa após chute de Willian. O Palmeiras soube aproveitar a desatenção de seu adversário e ampliou o placar para 3 a 0 com Raphael Veiga, aos 2 minutos. Após chute travado por Jemerson, o número 23 chegou enchendo o pé no cantinho do gol de Cássio.

O Palmeiras, que já dominava, não tirou o pé do acelerador. Tentou com Gabrirel Menino aos 11' e Raphael Veiga aos 16', mas a bola não entrou. Já aos 19', Viña fez o gol de cabeça, porém a posição era de impedimento e o juiz anulou  o gol do uruguaio. 

Aos 20' Na sobra, Viña desarma Gustavo Mosquito na área e o jogador cai pedindo pênalti, mas o juiz decide seguir o jogo. Logo depois, Gabriel sai errado e Luis Adriano aproveita e faz o quarto gol da goleada. 

Aos 29' Gabriel e Danilo disputam a bola e sobra uma mão do volante corinthiano no rosto do palmeirense. O juiz decide dar o cartão vermelho direto, após conferir o lance no VAR. Por reclamação do mesmo lance, Gil também recebe o cartão amarelo e, pendurado, não joga o próximo jogo contra o Sport. 

Aos 33', o Corinthians chega com mais perigo ao ataque. Após cruzamento na segunda trave, Gil  sobe mais que todo mundo e cabeceia no chão. Weverton faz uma bela defesa com uma mão só.

Já no final, aos 45', Breno Lopes recebe de Pedro Acácio no campo de ataque, por trás da zaga, invade a área e faz o gol. Porém, o auxiliar marca mais um impedimento e invalida o gol.

Os números do segundo tempo mostram a dominância completa do Palmeiras. Com oito finalizações, o time de Abel Ferreira acertou cinco delas no gol de Cássio. Enquanto isso, Weverton teve que trabalhar somente uma vez nos cinco chutes que o Corinthians teve na segunda etapa. 

Classificação e próximos jogos

Com a vitória, o Palmeiras pulou para a quarta posição com 51 pontos) - lembrando que o time ainda tem um jogo a menos que o líder São Paulo. Já o Corinthians, com 42, estacionou na nona posição. 

Os dois times voltam a campo já na quinta-feira (21). Às 19h, o Palmeiras enfrenta o Flamengo no estádio Mané Garrincha. Pouco depois, às 21h, o Corinthians recebe o Sport na Neo Química Arena.

VAVEL Logo