Avaí faz primeiro tempo de gala, goleia Juventude e sonha com acesso
Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC

Avaí voltou a vencer em casa após mais de dois meses, e em grande estilo. O Leão goleou o Juventude em confronto direto e ainda está em busca do acesso. Nesta terça-feira (19), os catarinenses fizeram 5 a 2 na Ressacada, em jogo válido pela antepenúltima rodada da Série B, e ainda alimenta esperanças de retorno à Série A. Com o resultado, o Papo deixa o G-4.

Avaí faz primeiro tempo agressivo

Sem Claudinei Oliveira na beira do gramado por suspensão, o Avaí foi comandado por Luciano Gusso, fez uma atuação imponente no primeiro tempo. O time da casa foi escalado no 4-2-3-1, com um quarteto bastante criativo no ataque (Rômulo, Renato, Vinícius Leite e Getúlio) e finalizou 14 vezes apesar dos 41% de posse de bola.

O Avaí finalizou quatro vezes antes de abrir o placar aos 11. Vinícius Leite cobrou escanteio na segunda trave e Rômulo completou na segunda trave. O Juventude de Pintado, que não havia finalizado até ali, teve uma defesa muito exposta. Melhor ataque da competição, o time teve mais posse de bola, com jogadores de qualidade na frente, mas, do meio para trás, o time deu muito espaços e não conseguiu marcar os atacantes velozes do Leão.

Mesmo assim, buscou o empate. Aos 20, após lançamento de Renato Cajá, Grampola fez ótimo lançamento nas costas de João Lucas e Matheuzinho completou. O Avaí, porém, continuou em cima. Muito objetivo, o Leão encontrou espaços entre os setores do Juventude e conseguiu trabalhar a bola com incomum fluidez. O segundo gol, porém, saiu em outro escanteio. Vinícius Leite cobrou outra vez na segunda trave, Carné saiu mal e Getúlio apareceu para fazer 2 a 1.

Chuva de gols

Dois minutos depois, o Avaí aproveitou a desorganização do Juventude para ampliar. Rômulo recebeu de Renato na entrada da área e abriu para João Lucas, que apareceu livre e fez o terceiro dos mandantes.

Mesmo com o domínio do rival, o Juventude conseguiu terminar o primeiro tempo com seis finalizações, três delas na direção da meta de Gledson. Aos 36, após passe de Igor, a bola rebateu em Betão e sobrou para Matheuzinho, que bateu bonito e fez seu segundo no jogo.

Mesmo sofrendo o segundo gol, o Avaí manteve a postura ofensiva e não parou de procurar o gol. Aos 43, o time pediu pênalti após toque de mão de João Paulo na área, mas o juiz não marcou. Na jogada seguinte, porém, em outra cobrança de escanteio, o Leão teve a penalidade que reclamou. Após bola levantada na área, a zaga não afastou e Eltinho derrubou Rômulo, que subia para cabecear. Edílson encheu o pé na cobrança e fechou o placar do primeiro tempo: 4 a 2.

Leão administra e amplia no final

O técnico Pintado já fez duas alterações logo no intervalo, e o segundo tempo teve um panorama diferente. Com a vantagem, o Avaí se retraiu e apostou nos contra-ataques, enquanto o Juventude, com mais posse de bola, tentava construir as jogadas através da troca de passes, mas não teve criatividade para superar a defesa azurra.

Na velocidade, o Avaí quase marcou aos nove. Após bola atravessada por Renato, Rômulo limpou e bateu colocado, perto do ângulo. O jogo teve bem menos intensidade, com o Juventude chegando em momentos esporádicos, enquanto o Leão administrava a vantagem.

Aos 24, Grampola recebeu de Cajá na ponta esquerda, avançou para dentro da área, mas acertou na rede pelo lado de fora. Dez minutos depois, finalmente um dos substitutos de Pintado apareceu. Após cruzamento de Igor, a bola foi desviada e Helder chegou batendo, porém Alemão salvou em cima da linha.

Quem fechou o placar, porém, foi um dos reservas do Avaí. Aos 44, em contra-ataque rápido pela esquerda, Rômulo atravessou na segunda trave, Jonathan dominou e fez 5 a 2. Esta foi a primeira vez desde agosto de 2014 que o Leão marcou cinco gols em jogo (5 a 0 sobre o Vasco, em São Januário). Os catarinenses ainda devolvem a derrota sofrida para o Juventude, que venceu a partida do primeiro turno por 3 a 0.

Classificação e próximos compromissos

Com a goleada, o Avaí é momentaneamente o sexto colocado, com 52 pontos, quatro atrás do CSA, que é o quarto colocado. Caso os alagoanos vençam o Brasil de Pelotas na sexta-feira (23) e o Cuiabá faça ao menos um ponto nos próximos dois jogos, o Leão entra em campo na penúltima rodada já sem chances de acesso. Os catarinenses enfrentam no sábado (24) o Guarani, às 19h, novamente na Ressacada.

Já o Juventude joga na sexta-feira (23) contra o arquirrival do Leão, o Figueirense, no Alfredo Jaconi, às 16h. O Papo cai para o quinto lugar com a derrota e soma 55 pontos, um a menos que o CSA.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo