CSA só empata com Brasil de Pelotas e sai do G-4 na penúltima rodada da Série B
Foto:  Augusto Oliveira/CSA

Nesta sexta-feira (22), o CSA apenas empatou com o Brasil de Pelotas, no Estádio Rei Pelé, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro Série B.

Mais cedo, o Juventude venceu o Figueirense por 2 a 1 e ultrapassou o time alagoano no G-4. Os gols foram marcados por Bruno JoséRafinha.

Jogo estudado e Xavante marca no fim

O Brasil de Pelotas estava apena cumprindo tabela, mas desde o apito inicial não queria de forma alguma facilitar para o CSA. Mesmo jogando fora de casa, o Xavante fez um sistema de deixar todos os jogadores atrás do meio-campo quando o Azulão estivesse no ataque e dificultou muito a vida do time da casa, mas sem deixar de atacar.

Logo aos 16 minutos assustou em um chute forte de Matheus Oliveira que assustou o goleiro Matheus Mendes 

Até os 27 minutos, o CSA sequer conseguia chutar a meta do goleiro Marcelo, o time azulino era lento no ataque e não conseguia criar jogadas. Tanto que a primeira tentativa foi aos 26, em um chute de Gabriel, que o goleiro encaixou muito bem.

Com muitas dificuldades para sair do meio-campo, o CSA viu o Xavante ter mais chances e arriscar mais. E de tanto insistir aos 37 minutos, Bruno José recebeu um passe na direita e avançou até a meia-lua, onde arriscou de perna esquerda e mandou para o fundo das redes sem chances de defesa para Matheus Mendes.

CSA busca empate, mas tem gol anulado no fim

Na etapa complementar, o CSA continuava encontrando dificuldades para ser agressivo ofensivamente e furar a defesa do Brasil de Pelotas. Aliás a primeira boa chance após o intervalo foi justamente do Xavante, com Matheus Oliveira.

Aos 10 minutos, o CSA conseguiu encontrar o gol na hora certa. Em uma falta de longe, Rafinha cobrou com perfeição, a bola ainda desviou em Rodrigo Pimpão e foi parar no fundo das redes.

Só que após o gol, o jogo ao invés de ficar melhor acabou ficando morno demais. As duas equipes até tiveram boa movimentação, mas não conseguiram levar perigo. No No desespero, o CSA foi todo para frente e Luciano Castán jogou na área, num lançamento do meio-campo. O zagueiro Cléberson cabeceou no travessão e, no rebote, Pedro Júnior balançou a rede.

 

Jogada do impedimento de Cléberson aos 48 minutos.

A euforia, no entanto, se transformou rapidamente em frustração. O assistente Luciano Roggenbaum  pegou impedimento no lance de Cléberson e o gol foi anulado.

E agora?

Agora matemática do CSA é o seguinte: com o empate diante do Brasil de Pelotas, o time alagoano chegou 57 pontos e saiu do G4 e agora depende de um tropeço do Juventude na última rodada para garantir o acesso e ainda precisa vencer o Náutico para conquistar o acesso à série A.

O resultado ainda "ajudou" o Cuiabá a garantir a inédita vaga na elite do futebol brasileiro 2021.

Na última rodada, o CSA visita o Náutico, na sexta-feira (29), às 21h30. Mas antes tem a fase classificatória da Copa do Nordeste, onde recebe o Moto Club, na terça-feira (26), às 21h30. O jogo de ida foi 0 a 0.

Por outro lado, o Brasil de Pelotas recebe o Vitória também na sexta-feira, no mesmo horário.

 

 

 

 

 

 

 

VAVEL Logo