Domínio e brilho de Claudinho: Bragantino bate Corinthians fora de casa
Foto: Divulgação/Ari Ferreira/Bragantino

Em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians recebeu o Bragantino na chuvosa noite da última segunda-feira (25), data do aniversário da cidade de São Paulo, onde reside a Neo Química Arena, local da partida.

E fora de casa o Massa Bruta bateu o Timão por 2 a 0, com uma grande partida de Claudinho, autor de um dos gols junto com Helinho.

Estratégias

O Timão de Mancini vinha com a escalação igual aos últimos jogos, com a diferença de Bruno Méndez na defesa, junto com Fagner, Gil e Fábio Santos. Entre as linhas de 4 estava Gabriel. A segunda linha tinha Ramiro, Gustavo Silva, Cazares e Mateus Vital. No ataque estava Jô. O objetivo do alvinegro era manter a bola e controlar o jogo.

Já o Bragantino de Barbieri vinha para apostar na velocidade. A primeira linha tinha Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar. No meio de campo estavam Ryller, Raul e Claudinho. No ataque Artur na direita, Helinho na esquerda e Ytalo no centro.

Bragantino joga no erro do Corinthians e vence

A primeira - literalmente - jogada de perigo já se transformou em gol. Na descida do Braga Claudinho achou Helinho, que bateu forte e rasteiro, no canto esquerdo de Cássio, que nada pode fazer com um minuto de jogo!

Aos 20, Artur recebeu pela direita e bateu colocado, mas mandou pra fora pelo lado direito de Cássio. Seis minutos depois o Corinthians chegou com Gustavo, que ficou com a bola e deu para Cazares bater no canto esquerdo de Cleiton, que ficou com a bola.

Com 42 minutos a pressão do Massa Bruta rendeu mais frutos em campo: Ytalo recebeu uma ótima bola de Aderlan na entrada da área e jogou pro meio, onde estava Claudinho que, cara a cara com Cássio, bateu por cima do goleiro pra ampliar o placar!

Foto: Ari Ferreira/Divulgação/Bragantino
Foto: Ari Ferreira/Divulgação/Bragantino

Aos 48 o Corinthians chegou com perigo, no chute de fora da área de Ramiro que passou raspando a trave direita de Cleiton!

O Corinthians somou 57% de posse de bola, contra 43% do Braga. Nas finalizações mais equilíbrio, com oito chutes e três certos dos donos da casa, contra sete, com duas certas, dos visitantes. Apesar disso o Braga foi quem mais chegou.

A pressão no campo do adversário rendeu chances aos visitantes, além do jogo nas entrelinhas (espaço existente entre as linhas de 4 da defesa alvinegra), onde Claudinho, Ytalo e Helinho mais apareceram com chutes e passes em infiltração.

Com 20 minutos aconteceu a primeira grande chance da segunda etapa, com Otero batendo de longe e mandando a bola pela direita de Cleiton, com perigo. Seis minutos depois quem chutou foi Ramiro, de dentro da área já, mas Cleiton espalmou no canto direito, salvando o Massa Bruta. Aos 29, em um escanteio vindo da direita, Ligger conseguiu cabecear e Cássio foi buscar para salvar o Corinthians.

Com 43, em um lançamento de Otero, Aderlan recuou de peito, mas Fábio Santos ia saindo na cara do goleiro, tocou tirando ele e Léo Ortiz chegou num carrinho na pequena área pra salvar o Braga do gol iminente!

O equilíbrio se manteve. Na posse o alvinegro manteve ela 60% do tempo, contra 40% do Braga. Nas finalizações foram 13 para cada lado, com cinco certas do Corinthians e quatro do Massa Bruta.

Próximos jogos e classificação

O Corinthians volta a jogar na próxima quinta-feira (28), às 19h, quando enfrenta o Bahia, fora de casa. Já o Bragantino joga no domingo (31), às 19h15, quando viaja para encarar o líder Internacional.

Standings provided by SofaScore LiveScore
VAVEL Logo