São Paulo finaliza preparação para final da Copa do Brasil Sub-17 contra Fluminense
Foto: Divulgação / São Paulo FC

Na próxima sexta-feira (29), às 17h30, o São Paulo enfrentará o Fluminense na finalíssima da Copa do Brasil Sub-17. A partida de ida, ocorrida no Estádio Marcelo Portugal Gouvêa, em Cotia/SP, não saiu do zero. O Estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro/RJ, será o palco da decisão.

Campeão da competição na primeira edição, disputada em 2013, ao superar o Flamengo fora de casa, o São Paulo chega à final pela segunda temporada seguida. Em 2019, o clube perdeu o título para o Palmeiras.

O treinador do Tricolor Paulista, Menta, acredita que o duelo de volta será diferente do empate por 0 a 0. Ao contrário da partida de ida, o técnico crê que terá características ofensivas, aproximando da grande qualidade de ambas as equipes.

“São dois times que se conhecem muito bem e que precisam dos gols para levar o título. Então, acredito que o torcedor verá um jogo melhor. De parte do São Paulo, com certeza teremos uma partida ofensiva, pra frente, do jeito que o clube costuma jogar”, disse o treinador à SPFC TV, canal oficial do clube.

Um dos principais pilares da equipe é o setor defensivo, seja na Copa do Brasil ou no Campeonato Brasileiro da categoria. Brian Carvalho e Lucas Beraldo formam a dupla de zaga da equipe de Cotia, sendo uma das menos vazadas do torneio.

Além disso, o zagueiro e capitão Brian tem um destaque por sua liderança dentro e fora de campo. O jovem realizou um ato de solidariedade, que teve participação de todo elenco do time Sub-17. Em partida da primeira fase da atual edição da Copa do Brasil, a equipe tricolor enfrentou o 1oBPM-TO. No final da partida, os garotos descobriram as dificuldades dos adversários, tomaram a decisão de ajudá-los com a doação de acessórios. Mesmo sem patrocínio, Brian doou três pares de chuteiras.

Assim como outros jogadores do elenco, o camisa 5 vive no clube há muito tempo, desde seus oito anos de idade. O São Paulo, dono de uma das melhores categorias de base do país, busca aumentar sua sala de troféus.

Vale lembrar que no jogo de ida da finalíssima, os goleiros tiveram um papel crucial para suas equipes. Os arqueiros Leandro, dos paulistas, e Cayo Felipe, dos cariocas, foram grandes destaques, que mantiveram o empate sem gols.

VAVEL Logo