Relembre grandes momentos do Palmeiras no Maracanã
Os campeões da Taça Rio (Foto: Divulgação/Palmeiras)

Nesse sábado (30), o Palmeiras dará seu último passo na Copa Libertadores de 2020. Contra o Santos, o alviverde jogará a final em busca de sua segunda taça da competição. A primeira veio em 1999, vencendo o Deportivo Cáli na decisão.

E a grande final será no Maracanã, um dos grandes palcos do futebol mundial. Nesse estádio o Palmeiras soma 146 jogos, com 51 vitórias, 34 empates e 61 derrotas. Ainda no estádio o alviverde somou 204 gols feitos e 227 gols sofridos.

Pela Libertadores não é novidade o Palmeiras jogar no Maraca. São três partidas, onde o alviverde venceu uma e perdeu duas. Além disso foram quatro gols marcados e cinco sofridos. A primeira dessas partidas foi em 1971, quando venceu o Fluminense por 3 a 1, com gols de César Maluco, Hector Silva e Pio.

As outras duas foram em 1973, contra o Botafogo, quando foi derrotado por 2 a 0 e 2 a 1. Ademir da Guia marcou o único gol contra o alvinegro.

E nesses jogos no Maracanã o Palmeiras soma títulos e grandes vitórias e histórias, como o gol mais rápido do Maraca, de Gildo, na vitória por 4 a 1 sobre o Vasco em 1965, na campanha do título do Rio-São Paulo daquele ano.

Amanhã o Palmeiras continuará construindo sua história no Maracanã, enfrentando o Santos pela primeira vez no estádio. Mas agora relembraremos grandes vitórias do alviverde no estádio!

Campeão Mundial – Copa Rio de 1951

A primeira grande lembrança do palmeirense no Maracanã é a Copa Rio de 1951. Após vencer o jogo de ida contra a Juventus por 1 a 0. Na volta os dois times empataram em 2 a 2 com gols de Fraest e Boniperti para a Juventus, e Rodrigues e Liminha para o Palmeiras, e, com 100.093 pessoas no Maraca, o Palmeiras ganhou a taça.

Foto: Divulgação/Palmeiras
Foto: Divulgação/Palmeiras

 

 

 

O torneio veio após o Maracanaço, onde o Brasil perdeu para o Uruguai em 1950 por 2 a 1 e viu os vizinhos levarem a Copa do Mundo em pleno Maracanã.

Palmeiras 5x2 Seleção do Paraguai

Em 1965, com a primeira Academia, o Palmeiras conquistou sua maior goleada dentro do Maracanã. Valendo pelo Torneio Internacional IV centenário do Rio de Janeiro, o alviverde encarou a Seleção do Paraguai.

Para um público de 18.575 pessoas, o Palmeiras goleou. Comandados por Filpo Nuñez, Rinaldo, Servílio, Tupãzinho (2) e Monges (contra), o Palmeiras fez o placar de 5 a 2, onde o Paraguai marcou com Reyes e Juan Rojas.

Palmeiras 0 (1) x (0) 0 Penãrol

E então o alviverde chegou ao título do Torneio Internacional. Na grande final encarou o Peñarol, que vinha de um vice-campeonato da Libertadores.

O jogo terminou sem gols e então, nos pênaltis, Valdir de Moraes defendeu duas penalidades de Pedro Rocha, com Rinaldo marcando o seu e dando o título ao Verdão.

Campeão Brasileiro – Palmeiras 2x0 Náutico

Em uma melhor de três jogos, o Palmeiras decidiu com o Náutico o Campeonato Brasileiro de 1967, a famosa Taça Brasil.

Na primeira partida, fora de casa, o Palmeiras bateu o Náutico por 3 a 1, com gols de César Maluco, Zequinha e Lula. Nino marcou para os donos da casa. Agora no Pacaembu, em um jogo marcado pelas expulsões, o Náutico venceu por 2 a 1, com gols de Ladeira e Nino. Tupãzinho marcou para o Palmeiras.

O desempate no Maracanã teve gols de César Maluco e Ademir da Guia, que agora dava o terceiro título de Campeão Brasileiro para o Palmeiras.

Foto: Divulgação/Palmeira
Foto: Divulgação/Palmeira
VAVEL Logo