Rebaixado, Figueirense sofre goleada histórica da Ponte Preta na despedida da Série B
Figueirense 2 a 7 Ponte Preta (Figueirense FC / Divulgação)

A despedida do Figueirense da Série B 2020 foi ainda mais melancólica quanto a campanha da equipe na competição. Na 38ª rodada (e última) do certame, já rebaixado, o Figueira sofreu sua maior derrota na segunda divisão na história. Em pleno Orlando Scarpelli, 7 a 2 para a Ponte Preta, nesta sexta-feira (29).

A Macaca levou a melhor em todas as estatísticas ao longo da peleja. Os campineiros tiveram 60% de posse de bola, com 16 finalizações (ante dez do Furacão do Estreito) e nove certas (contra três dos catarinenses).

Show da Ponte

Logo aos cinco minutos, Léo Pereira cruzou da direita, Rodolfo Castro saiu mal e Camilo, do alto dos 1,74m, inaugurou o marcador. Guilherme Pato e Tiago Orobó tiveram mais chances antes que, aos 15, a Macaca dobrou a vantagem: após bela jogada de Pato, Moisés recebeu, fintou Rodolfo Castro e ampliou. Com 21, aproveitando cobrança de escanteio de Camilo, Orobó escorou para a rede.

Os mandantes descontaram aos 27 minutos: Everton Santos cruzou da direita, Erison fez fila e fez o então gol de honra. Dois minutos depois, Guilherme Pato quase fez o quarto, após mais um bom passe de Camilo. O tento veio dois minutos depois: após cruzamento de Léo Pereira e Victor Oliveira não conseguir afastar, Moisés fintou o zagueiro adversário para anotar outro.

A sequência de situações inusitadas continuou até mesmo no intervalo: Rodolfo Castro, goleiro do Figueirense, foi substituído por Vitor Caetano pelo técnico Jorginho. E o arqueiro trabalhou logo no primeiro minuto, após cabeçada de Tiago Orobó em mais um cruzamento de Camilo.

Aos três, Erison finalizou depois de lançamento de Matheus Neris e Guilherme fez boa defesa. Aos dez, não teve jeito: Bruno Michel fintou dois jogadores e serviu Nonato, que marcou em belo chute colocado. 

O bom momento do Figueira não durou muito. Aos 22 minutos, Ernandes aproveitou rebote de cobrança de falta na trave de Camilo e marcou o quinto. Vitor Caetano foi buscar outra cobrança de falta do camisa 10 aos 30, mas, segundos depois, Moisés chutou forte para marcar um golaço para a Macaca.

O último tento do passeio pontepretano veio de pênalti. Aos 41, Moisés fintou Victor Oliveira e foi derrubado pelo goleiro. Na cobrança, Camilo cobrou na direita e deslocou o arqueiro: 7 a 2. Erison ainda tentou descontar aos 44 após cruzamento de Nonato, mas finalizou no travessão. 

Classificação final

Rebaixado à Série C pela primeira vez no século, o Figueirense volta a campo no dia 24 de fevereiro, às 20h30, contra o Metropolitano, na estreia do Campeonato Catarinense 2021. Em 28 de feveirero, a Ponte Preta viaja para enfrentar o Novorizontino no primeiro jogo do Campeonato Paulista 2021.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo