Fluminense e Atlético-MG  empatam sem gols e freiam expectativas no Brasileiro
Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Cinco dos nove jogos que movimentaram a 35ª rodada do Brasileirão terminaram com empate. Um deles foi nesta quarta-feira (10), o 0 a 0 entre Fluminense e Atlético-MG no Maracanã.

Marcão escalou praticamente o mesmo time que havia entrado em campo na vitória sobre o Bahia, tirando o zagueiro Nino, suspenso, substituído por Matheus Ferraz. Sampaoli também manteve a base que perdeu para o Goiás na última rodada, mas desfez o esquema com três zagueiros e colocou o lateral Guga na vaga de Gabriel.

O jogo começou aberto, com movimentação de ambos os lados, mas apesar do volume teve poucas chances de gol - apenas uma finalização certa, que saiu do pé esquerdo de Luiz Henrique para o meio do gol e não levou perigo para Éverson.

O Fluminense tinha Lucca e Luiz Henrique trocando de lado pelas pontas e Fred mais centralizado, enquanto o Atlético chegava mais pela esquerda, na subida de Guilherme Arana e avanços de Savarino. O time mineiro controlava a posse de bola, mas o tricolor encaixou a marcação e quando o rival se lançava para o ataque a defesa conseguia cortar, principalmente com Luccas Claro.

O segundo tempo foi mais aberto, tanto que 11 das 18 finalizações aconteceram depois do intervalo. O Fluminense voltou sem Fred, que sentiu a virilha, e Marcão lançou John Kennedy. O jovem atacante teve uma boa oportunidade quando recebeu de Nene e arrancou em velocidade na direção do gol, com o campo livre na frente, mas Guga e Junior Alonso conseguiram alcançá-lo, ele se atrapalhou na hora de concluir a jogada e caiu no gramado. 

O Atlético comandava as ações e pressionou logo no início, mas faltou pontaria na cabeçada de Sasha e no chute de fora da área de Eduardo Vargas. Sampaoli então trocou três jogadores do meio pra frente, colocando Nathan, Marrony e Diego Tardelli, porém eles não conseguiram mudar a realidade da partida. Além deles, o volante Allan e o lateral Guilherme Arana também cercavam a área, e o último inclusive obrigou Marcos Felipe a espalmar um chute de canhota para escanteio.

Marcão também renovou o sangue do ataque colocando Michel Araujo, Caio Paulista e Fernando Pacheco. Nos acréscimos os estrangeiros protagonizaram jogadas de perigo e então brilhou a estrela do goleiro Éverson. Na primeira, o peruano recebeu de Yago Felipe na ponta esquerda e, livre de marcação, chutou cruzado, cara a cara com arqueiro, que saiu bem e a bola tocou na perna direita dele. Praticamente no último lance do jogo, o uruguaio soltou a bomba de fora da área e o camisa 1 do Atlético-MG espalmou para a linha de fundo.

Classificação e próximos jogos

O empate, no final das contas, frustrou as duas equipes. O Fluminense perdeu a chance de ultrapassar o São Paulo e assumir o quarto lugar. Sendo assim, continua com 57 pontos, dois a menos do que o time paulista. O tricolor das Laranjeiras agora visita o Ceará na segunda-feira (15).

Já o Atlético-MG também poderia encostar no vice-líder Flamengo, que tem 65, ou no Internacional, com 66, mas somou apenas um ponto e está com 61, o que torna mais difícil a possibilidade de disputar o título. O time volta a campo no sábado (13), quando recebe o Bahia, que atualmente é o primeiro time fora da zona do rebaixamento.

Standings provided by SofaScore LiveScore
VAVEL Logo